À procura do chá perfeito de George Orwell

Cientistas em estudo para homenagear o escritor

09 janeiro 2003
  |  Partilhar:

Para comemorar o centenário do nascimento de George Orwel, uma equipa de cientistas britânicos lançaram-se à procura da forma perfeita de preparar a sua bebida favorita, o chá.
 

 

O projecto foi esta semana anunciado pela Real Academia de Química. Orwell, autor de obras como «1984», escreveu também um ensaio sobre o chá.
 

 

Nesse livro, «A Nice Cup of Tea», de 1946, Orwell apresenta 11 passos para fazer o chá perfeito, preenchendo o que ele julgava ser uma lacuna dos livros de culinária.
 

 

«É curioso», escreveu o autor, «não só porque o chá é um dos esteios da civilização deste país, mas porque a melhor maneira de fazê-lo é objecto de violentas polémicas».
 

 

Orwell dizia que o chá deve ser tomado forte, sem açúcar, e numa chávena de fundo redondo. A infusão deve ser feita antes do acréscimo do leite, insistia o escritor, entrando num debate que provocou controvérsia nos salões de chá.
 

 

Outro ensaio de Orwell, publicado após a Segunda Guerra Mundial, continha duras críticas a químicos, bem como a outros cientistas, a quem ele atribuía a culpa pelo conflito. O assessor de imprensa da academia, Brian Emsley, espera que a nova pesquisa afaste o preconceito, ressaltando a importância dos químicos na alimentação e higiene.
 

 

«É um pouco de teoria e um pouco de diversão», explicou o cientista. Para descobrir a técnica perfeita para o chá, a organização vai ouvir especialistas e muitos outros membros. O resultado será revelado no dia em que Orwell completaria cem anos, no próximo mês de Junho.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.