A micobactéria que causa a tuberculose utiliza o nosso organismo para produzir aquilo de que precisa!

Saiba mais sobre a tuberculose. A persistência de micobactérias (bactérias que causam a tuberculose) depende de uma enzima activada nos macrófagos (células que combatem a infecção).

11 janeiro 2001
  |  Partilhar:

Um trabalho publicado na revista Nature (Nature 2000; 406: 735-738, 683-685) e divulgado pela agência Reuters, demonstra que a persistência do Mycobacterium tuberculosis (micobactéria que causa a tuberculose), depende da activação de um enzima produzida nas células do hospedeiro, nomeadamente da enzima Isocitrato-líase ("Isocitrate Liase") produzida em macrófagos activados, que são as células que "comem" (fagocitam) as micobactérias.
 

 

Esta descoberta é importante porque permite pensar no desenvolvimento de um fármaco inibidor da isocitrato-líase no sentido de combater a permanência das micobactérias dentro das células do hospedeiro. Um dos maiores obstáculos no combate da tuberculose é precisamente o de irradicar os microorganismos durante a fase de permanência, ou fase crónica, da doença.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.