A “crise de vesícula” é frequentemente um problema de... enxaqueca

Vesícula e fígado muitas vezes injustamente responsabilizados

15 fevereiro 2001
  |  Partilhar:

Na crença da população leiga, a vesícula biliar e o fígado são injustamente responsabilidados por muitos dos sintomas e das queixas que mais frequentemente afectam a generalidade das pessoas.
 

 

A vulgarmente denominada “crise de vesícula”, consistindo num episódio englobando náuseas, mal-estar abdominal, dores de cabeça, etc., não está comprovadamente relacionada com um problema originário da vesícula biliar. Corresponde, muitas vezes, a quadros de enxaqueca. A afirmação foi produzida pelo Prof. Luís Carrilho Ribeiro, da Faculdade de Medicina de Lisboa, durante o Simpósio “Perturbações Funcionais do Tubo Digestivo” realizado nos Hospitais da Universidade de Coimbra, no passado fim de semana.
 

 

Também os problemas de “vesícula perguiçosa” não correspondem a uma afecção vesicular, antes consistindo num conjunto de sintomas com origem no tubo digestivo alto (estômago e intestino delgado), acrescentou ainda o mesmo especialista.
 

 

Nestas circunstâncias, cabe aos clínicos proceder a uma avaliação correcta do quadro clínico por forma a implementar as medidas terapêuticas adequadas. Certos tratamentos destinados a “melhorar” o funcionamento da vesícula biliar não possuem qualquer valor terapêutico significativo.
 

 

J. E. Pina Cabral
 

Gasterentologista
 

MNI - Médicos Na Internet

Partilhar:
Classificações: 2Média: 4.5
Comentários 1 Comentar