499 doentes atendidos no estrangeiro em seis meses

Dados da Direcção Geral da Saúde

24 outubro 2010
  |  Partilhar:

A genética médica é a especialidade mais procurada no estrangeiro por doentes portugueses, através do Serviço Nacional de Saúde, que no primeiro semestre deste ano encaminhou 499 doentes para tratamento em outros países.

 

Cláudio Correia, responsável pela assistência médica no estrangeiro da Direcção Geral da Saúde (DGS), revelou à agência Lusa que, dos 499 doentes encaminhados para tratamento no estrangeiro, custeados pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS), a maior parte (228) foi para a especialidade de genética médica (45,7%). De acordo com a mesma fonte, foram ainda encaminhados 93 doentes (18,6%) para tratamento na área da pneumologia, 67 (13,4%) para oftalmologia e 31 (6,2%) para ginecologia.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.