21% dos idosos vive em risco de pobreza

Dados do Instituto Nacional de Estatística

13 julho 2011
  |  Partilhar:

Mais de um quinto da população idosa vivia em risco de pobreza em 2009, o que representa um aumento em relação ao ano anterior, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), citados pela agência Lusa.

 

O Inquérito às Condições de Vida e Rendimento (EUSILC), realizado anualmente junto das famílias residentes em Portugal, revela que "a taxa de risco de pobreza para a população idosa era de 21%, valor ligeiramente superior ao registado em 2008 (20,1%)".

 

De acordo com o inquérito, citado pela Lusa, o risco de pobreza manteve-se inalterado nos 17,9% em relação à população em geral, correspondendo "à proporção de habitantes com rendimentos anuais por adulto equivalente inferiores a 5.207 euros em 2009 (cerca de 434 euros por mês)". No caso dos indivíduos com menos de 18 anos, a taxa de risco de pobreza diminuiu de 22,9% em 2008 para 22,4% em 2009.

 

O contributo das transferências sociais na diminuição da taxa de pobreza em 2009 aumentou 6,5 pontos percentuais relativamente a 2008. Em 2009, a diferença entre o valor do limiar de pobreza e o rendimento monetário mediano dos indivíduos em risco de pobreza relativa (taxa de intensidade da pobreza) diminuiu para 22,7% face ao valor registado no ano de 2008 (23,6%).

 

A percentagem da população residente em Portugal em privação material severa diminuiu em 2010 (9%) face ao ano de 2009 (9,1%).

 

Os maiores valores da taxa de risco de pobreza verificam-se nos agregados com um adulto que vive sozinho (30,1%), nos agregados com um adulto que vive sozinho com pelo menos uma criança dependente (37%) e naqueles compostos por dois adultos com três ou mais crianças (33,2%). A taxa de risco de pobreza mais baixa surge nos agregados com três ou mais adultos sem crianças dependentes.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.