“Vias verdes” para profissionais de escolas deixar de fumar

Iniciativa da Direção-Geral da Saúde

08 julho 2013
  |  Partilhar:

A Direção-Geral da Saúde (DGS) quer criar “vias verdes” nos centros de saúde para os profissionais de escolas que pretendam deixar de fumar.
 

Por proposta do Programa Nacional para a prevenção e Controlo do Tabagismo (PNPCT), a DGS emitiu uma orientação para os serviços saúde assente essencialmente na prevenção da iniciação ao consumo de tabaco entre os jovens e na promoção e apoio à cessação tabágica.
 

A notícia avançada pela agência Lusa refere que no âmbito deste último objetivo, a DGS pretende que sejam criadas “vias verdes” nos serviços de saúde dos agrupamentos de centros de saúde para atendimento dos profissionais das escolas que queiram deixar de fumar, em articulação com as atividades de saúde escolar.
 

O alargamento dos horários das consultas para cessação tabágica, incluindo períodos pós-laborais, e a constituição de novas equipas são outras das intenções inscritas no documento.
 

Relativamente às iniciativas para prevenir que os jovens comecem a fumar, a DGS recomenda a criação de projetos de promoção da saúde em parceria com os agrupamentos escolares, a serem liderados pelos profissionais das escolas, com o apoio dos profissionais de saúde e dos pais.
 

Considerando que o ambiente escolar, físico e social, deve favorecer a saúde, a orientação da DGS afirma que “o pessoal docente e não docente deve abster-se de fumar na presença dos alunos”.
 

Na mesma lógica de “dar o exemplo”, a DGS considera que os profissionais envolvidos em atividades de educação para a saúde, de comunicação e de formação devem igualmente evitar fumar, por constituírem “modelos significativos para a população”.
 

“O uso de tabaco em público, pelos profissionais de saúde, retira credibilidade e efetividade às mensagens e contribui para reforçar a aceitabilidade social do tabaco”, considera.
 

No que respeita à prevenção dirigida aos jovens, a DGS quer ver cumprida a lei que proíbe a venda de tabaco a menores e pretende que sejam desenvolvidos projetos em contextos associativos e desportivos para promover a prática de atividades físicas, desportivas ou culturais junto dos mais jovens, uma vez que estão associadas a menores consumos de substâncias nocivas à saúde.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Fonte:

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.