“Um iogurte por dia”

Nutricionistas aconselham o seu consumo

20 maio 2013
  |  Partilhar:

A importância das pequenas refeições, como o consumo de iogurtes, numa alimentação globalmente mais equilibrada foi alvo de discussão no XII Congresso de Nutrição e Alimentação que ocorreu na passada sexta-feira, em Lisboa.
 

A iniciativa “Um iogurte por dia” pretendeu alertar para o facto de que pequenas mudanças na forma como se gerem os lanches podem fazer a diferença, contribuindo para uma alimentação globalmente mais saudável.
 

A notícia avançada pela agência Lusa refere que a Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa, a Associação Portuguesa dos Nutricionistas e a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar colaboram neste programa.
 

O presidente da Associação Portuguesa dos Nutricionistas (APN), Nuno Borges, revelou à agência Lusa que “a APN decidiu colaborar neste programa, de incluir o iogurte nas merendas, porque de facto é um tipo de alimento que sabemos estar hoje em dia associado a ganhos de saúde, especialmente pela sua composição nutricional, que fornece uma boa riqueza de alguns micronutrientes, nomeadamente de cálcio e algumas vitaminas, e por outro lado a sua densidade energética é baixa”.
 

Um estudo recente, na revista “New England Journal of Medicine”, demonstrou que o iogurte é o alimento que está mais associado a perdas de peso ao fim de dois anos.
 

Desta forma, a associação defende a promoção do consumo de iogurte “porque todos os dados de que dispomos demonstram que a sua inclusão se associa a melhores índices de saúde”, acrescentou.
 

A Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa elaborou o primeiro Consenso Científico sobre o iogurte. Este documento reúne evidências de que quando associada a um estilo de vida ativo, a ingestão de um iogurte por dia nos lanches a meio da manhã ou da tarde – em alternativa a outras opções menos equilibradas do ponto de vista nutricional – é “uma escolha saudável e equilibrada”.
 

Ana Gomes, responsável pela equipa que desenvolveu o documento, clarifica que “o iogurte é um dos alimentos mais adequados a estes momentos pela sua elevada densidade nutricional, ou seja fornece muitos nutrientes essenciais por caloria, em particular os iogurtes não açucarados e com reduzido teor de gordura”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.