“Programa 100%” atrai alunos às cantinas

Iniciativa levada a cabo pela “Unilever Foods Solution”

20 janeiro 2012
  |  Partilhar:

O “Programa 100%” iniciado há um ano com o intuito de atrair os alunos às cantinas escolares, já conduziu a um aumento de 10% no número de estudantes nos refeitórios, de acordo com o Ministério da Educação.

 

O programa foi criado para “promover os refeitórios escolares através de uma fidelização dos alunos a este espaço, reduzindo a tendência de opção por outros espaços”, explicou à Lusa uma fonte do Ministro da Educação e Ciência (MEC), referindo-se à atração que os jovens sentem pelos “estabelecimentos de restauração coletiva no espaço circundante à escola”.

 

Esta iniciativa foi levada a cabo pela 'Unilever Foods Solution', que se ofereceu para “ensinar” alguns truques às cozinheiras das escolas para que conseguissem transformar uma típica refeição de cantina num prato atrativo para os alunos.

 

De acordo com os dados do MEC, inscreveram-se no programa 275 escolas, mas apenas 96 têm a iniciativa a decorrer, estando outras 12 em fase de concretização. No total, já beneficiaram do programa “cerca de 30.000 alunos”, segundo dados do Ministério da Educação.

 

“O Ministério da Educação concedeu-nos o seu apoio” porque queria combater um problema, que era “o número de alunos a evitar a cantina da escola em busca de opções com mais sabor, mas que poderiam não ser as mais corretas nutricionalmente”, revelou à agência Lusa a responsável pela comunicação da 'Unilever Foods Solutions', Mónica Vaz.

 

Apesar de ainda não ter estudos muito aprofundados, o MEC diz ter um “feed-back das direções das escolas que aponta para um aumento de cerca de 10% de adesão aos refeitórios”.

 

Além do aumento de alunos nas cantinas, Mónica Vaz garante que a iniciativa conseguiu pôr os alunos a alimentarem-se melhor: “Passaram a comer mais legumes, pois os pratos confecionados têm uma apresentação mais apelativa e são mais saborosos”.

 

Além de tentar transmitir aos jovens os benefícios de uma alimentação saudável, o programa queria provar que a alimentação escolar pode ser "100% saudável, 100% variada e 100% saborosa", lembrou Mónica Vaz.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.