“O Girassol que Queria ser Bailarino”

Livro conta o sonho de um rapaz com Síndrome de Down

23 setembro 2015
  |  Partilhar:
O livro que conta o sonho de um rapaz com Síndrome de Down, “O Girassol que Queria ser Bailarino”, vai ser lançado esta semana na Feira do Livro do Funchal e pretende ser um estímulo para crianças com necessidades especiais.
 
O Pedro, narrador de uma história escrita pela mãe, conseguiu mesmo ser bailarino. Hoje tem 19 anos e integra o Grupo Dançando com a Diferença, para o qual revertem as receitas do livro.
 
O projeto inicial era fazer um livro infantil, ilustrado por crianças com necessidades educativas especiais, para financiar a viagem do Pedro ao Brasil, onde iria participar em provas hípicas dos Jogos Paralímpicos de 2016, disse à agência Lusa a autora, Emília Monteiro.
 
Este sonho acabaria por não se concretizar. O Pedro não tem um cavalo para treinar e os apoios inicialmente propostos ficaram por materializar. Ainda assim a mãe decidiu editar um pequeno livro e entregar as receitas de venda à Associação dos Amigos da Arte Inclusiva - Dançando com a Diferença.
 
“Talvez possa servir de inspiração para outras famílias e outros meninos, além de que apoiar este grupo é mais do que meritório”, disse, contando que apesar dos diagnósticos mais negativos à nascença, o Pedro é hoje um rapaz autónomo. Mais do que um livro infantil, “O Girassol que Queria ser Bailarino” é uma história de resistência.
 
“Não foi nada fácil, porque o meu cérebro queria que o meu corpo se mexesse, mas ele, teimosamente, ficava quieto. Nem um centímetro vibrava”, lê-se no livro.
 
A gata “Pipoca”, atrás da qual deu os primeiros passos, também não é esquecida: “Passámos a ser grandes companheiros de brincadeiras e a minha mãe, que até não gostava de gatos, passou a apaixonar-se por aquela montanha de pelo preto vinda da rua, abandonada e a necessitar de abrigo e meiguice”.
 
O livro vai ser lançado na Feira do Livro do Funchal, que se realiza entre 25 de setembro e 04 de outubro, e contém desenhos feitos por crianças com necessidades educativas especiais.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar