“Impacto da Hemofilia em Portugal”

Estudo realizado pela Associação Portuguesa de Hemofilia

18 abril 2012
  |  Partilhar:

Uma das principais preocupações dos doentes hemofílicos e dos pais é a possibilidade de contração de infeções como o Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH), dá conta um estudo realizado pela Associação Portuguesa de Hemofilia e outras Coagulopatias Congénitas (APH).

 

O estudo intitulado “Impacto da Hemofilia em Portugal” teve por base um inquérito realizado a 300 doentes com distúrbios hemorrágicos e traça o cenário da doença em Portugal.

 

A investigação demonstra “o impacto na vida dos doentes, as limitações que experienciam na rotina diária, vida profissional e escolar, e a importância do tratamento adequado como garantia da qualidade de vida”.

 

“Uma das principais preocupações de doentes com hemofilia e pais de crianças hemofílicas é a possibilidade de contração de infeções como o VIH, Hepatite C ou a Doença de Creutzfeld-Jacob (variante humana da doença das Vacas Loucas)”, lê-se nas conclusões do estudo ao qual a agência Lusa teve acesso.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.