“Cuidar de quem precisa”

Iniciativa do Agrupamento de Centros de Saúde

10 março 2014
  |  Partilhar:

O projeto “Cuidar de quem precisa” para promover o envelhecimento ativo, visitas domiciliárias e disponibilização de equipamentos como camas articuladas ou cadeiras de rodas aos idosos está a ser implementado pelo Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Douro Norte.
 

“Este projeto preocupa-se essencialmente por dar mais qualidade de vida aos idosos”, disse à agência Lusa Armando Vieira, diretor executivo do ACES Douro Norte.
 

O projeto, que conta com um financiamento do programa Missão Sorriso, vai ser implementado nos concelhos de Alijó, Mesão Frio, Murça, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião e Vila Real.
 

O ACES Douro Norte apresenta um índice de envelhecimento de 158.8, o que significa que por cada 100 jovens existem 158.8 idosos, e um índice de dependência nos idosos de 32.9.
 

Na área do ACES Douro Norte, a população com mais de 65 anos é predominantemente rural e vulnerável à exclusão social, situações de pobreza, solidão, doenças e incapacidades, bem como a problemas ao nível da mobilidade e acessibilidade aos serviços de saúde e ajudas técnicas.
 

O “Cuidar de quem precisa” visa precisamente melhorar a qualidade de vida das pessoas idosas dependentes. “O diagnóstico está feito e em cada um dos centros de saúde sabemos bem quem é que tem mais problemas e quem não tem”, disse Armando Vieira.
 

O responsável referiu a “carência de algum material”, pelo que o projeto vai apostar na aquisição de ajudas técnicas, como camas articuladas elétricas com colchões antiescaras e grades, cadeiras de rodas, andarilhos, bengalas, caixa de toma assistida com alarme, almofadas com silicone, suporte para talheres ou calçadeira articulada.
 

Está também previsto o acompanhamento domiciliário dos idosos, bem como a realização de sessões de educação para a saúde, ensino, instrução e treino em diferentes temáticas, como a nível da alimentação, medicação, exercício físico, primeiros socorros, prevenção de acidentes domésticos ou lazer.
 

Vai ser ainda promovida a autonomia nos diferentes auto cuidados, como a higiene ou vestuário, sendo que serão constituídos grupos terapêuticos com um máximo de 10 participantes cada para a concretização destes pontos do projeto.
 

Os objetivos do “Cuidar de quem precisa” são ainda promover a independência dos idosos, prevenir quedas, diminuir o número de internamentos e capacitar os cuidadores das pessoas dependentes.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.