“Doença desconhecida” em Angola provocou quatro mortos em mais de 200 casos

Comunicado da OMS

09 novembro 2007
  |  Partilhar:

 

A "doença desconhecida" que está a afectar o Município do Cacuaco, a Norte de Luanda, Angola, já provocou quatro mortes, entre mais de duas centenas de pessoas afectadas, refere um comunicado divulgado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
 

 

Na nota, a OMS recorda que os primeiros casos desta doença foram registados a 2 de Outubro, acrescentando que as autoridades sanitárias "estão a investigar as causas" da enfermidade. Os dados disponibilizados pelas autoridades de saúde locais indicam que o Hospital do Cacuaco regista, em média, cerca de duas dezenas de novos casos por dia.
 

 

Os sintomas desta doença incluem, segundo a OMS, fraqueza, sonolência, tonturas, vertigens e dificuldade em andar e falar. Para ajudar as autoridades sanitárias angolanas a esclarecer as causas desta doença, a OMS enviou para Angola uma equipa de cinco especialistas nas áreas da Toxicologia Clínica, Epidemiologia e Saúde Ambiental.
 

 

Na sequência do aparecimento destes casos, as autoridades angolanas estão a aconselhar a população a reforçar as medidas de higiene individual, colectiva e alimentar, defendendo ainda a necessidade de recorrer aos serviços de saúde logo que surjam os primeiros sintomas desta doença.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.