ALERT® P1 emitirá mais de um milhão de P1 em Portugal em 2010
07 junho 2010
  |  Partilhar:

A solução ALERT® P1, implementada na totalidade do território de Portugal com o projecto "Consulta a Tempo e Horas" do Ministério da Saúde, irá emitir mais de 1 milhão de P1 em 2010, o que significa um aumento exponencial nos pedidos de primeira consulta de especialidade desde o arranque do projecto em 2006.  

Em 2006, o projecto arrancou com oito hospitais-piloto: Hospital de S. João, Hospital Geral de Santo António, Hospital Pediátrico de Coimbra, Hospital Distrital de Santarém, Hospital do Litoral Alentejano, Centro Hospitalar do Baixo Alentejo, Hospital Distrital de Faro e Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio. Hoje, conta com 98 hospitais em pleno funcionamento e 2.376 unidades de cuidados de saúde primários, incluindo centros de saúde (CS), unidades de saúde familiar (USF) e extensões de centros de saúde.  

Após a implementação total do projecto, encontram-se registados no sistema 26.890 utilizadores activos, sucesso que se deve à forte componente de formação.  

Com a simplificação de procedimentos, o número de pedidos de primeira consulta aumentou exponencialmente, passando de 174 pedidos em 2006 para 110.376 em 2007, 498.025 em 2008, 700.685 em 2009 e 237.036 pedidos até 31 de Março de 2010. Prevê-se que até ao final de 2010 sejam emitidos mais de um milhão de P1, atingindo-se um total de mais de 2,3 milhões de pedidos desde a entrada em funcionamento da aplicação.  

O projecto desenvolveu e implementou cerca de 450 interfaces com os diversos sistemas existentes nas unidades de saúde. A transferência de informação clínica dos Sistemas de Informação de Cuidados de Saúde Primária (SICSP), incluindo do ALERT® CARE para o ALERT® P1, e o match do utente nos Sistemas de Gestão de Doentes Hospitalares (SGDH) são as principais funcionalidades disponibilizadas. Para além disso, existe uma interface com o Registo Nacional de Utentes (RNU) que possibilita a centralização e identificação única de utentes a nível nacional.  

A ALERT disponibilizará até ao final do ano a possibilidade de referenciação de meios complementares de diagnóstico e terapêutica (MCDT) pelas unidades de cuidados de saúde primários e hospitais, o que envolve a participação de instituições privadas através de um portal.  

Em 29 e 30 de Maio de 2010 decorreu com sucesso o upgrade do ALERT® REFERRAL v2.4.3 para a v2.5, o que permite que seja já possível emitir referências intra e inter-hospitalares, pedidos de entidades externas ("A Porta do Hospital") e do Hospital para o Centro de Saúde.  

 

Sobre o ALERT® P1 

O sistema ALERT® P1 permite a simplificação de procedimentos, juntando a informação clínica ao pedido de consulta, gerando os pedidos com base em critérios clínicos e informando o cidadão sobre o tempo de espera.  

 

Sobre o projecto "Consulta a Tempo e Horas"  

O projecto "Consulta a Tempo e Horas" foi desenvolvido pelo Ministério da Saúde no âmbito do Programa de Simplificação Administrativa e Legislativa (Simplex), com o objectivo de melhorar o acesso, através das unidades de cuidados de saúde primários, às primeiras consultas de especialidade dos hospitais.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.