“Oferecer o presente da vida” na ALERT
29 janeiro 2014
  |  Partilhar:

Durante a manhã do dia 22 de janeiro de 2014 decorreu mais uma ação de colheita de sangue junto dos colaboradores da ALERT, organizada em parceria com o Centro Regional de Sangue do Porto do Instituto Português de Sangue (IPS).

 

Dos 35 dadores registados que se apresentaram para a dádiva de sangue, foram concretizadas 19 colheitas, num ambiente de boa disposição e de descontração.

 

O sangue é um bem precioso e vital para o qual não foi, até à data, encontrado qualquer substituto. Todos os cidadãos poderão, em caso de necessidade, depender das dádivas de sangue daqueles que contribuem para a manutenção dos serviços de sangue dos hospitais.

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) apelou a todos os países para que até 2020 obtenham 100% do fornecimento de sangue e derivados de doadores voluntários não pagos. A OMS considera que os dadores voluntários regulares não pagos são “a fonte mais segura de sangue”, dado existirem entre eles “menos infeções transmitidas pelo sangue” do que entre as pessoas que dão sangue em troca de dinheiro ou doam para os membros da família em situações de emergência.

 

Dar sangue é um ato de cidadania fundamental e de responsabilidade social.

 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.