Adenoidite

Artigo de:

Dra. Elisa Proença Fernandes - Pediatra - 27-Abr-2001

  |  Partilhar:

Revisto por:

Dr. Armando Brito de Sá - Médico de família - 27-Set-2009

O que é?

As adenóides são formadas por tecido linfóide localizado na nasofaringe (entre as narinas e a orofaringe), que aumenta progressivamente de tamanho entre os 4 e os 10 anos. Quando este aumento é exagerado diz-se que existe “hiperplasia das adenóides”. Quando, por causas externas, se verifica inflamação das adenóides, estamos perante uma adenoidite. A maioria das adenoidites tem causa vírica, podendo ainda ser o resultado de uma infecção de origem bacteriana.

 

Sintomas e sinais

A adenoidite manifesta-se habitualmente por febre de início súbito, rinorreia purulenta (ranho amarelo-esverdeado) e obstrução nasal. Em casos arrastados, existe obstrução nasal crónica, voz nasalada e, por vezes, otite média.

 

Diagnóstico

O diagnóstico da adenoidite é sobretudo clínico, assentando na história da doença e nos sintomas e sinais. O diagnóstico diferencial com sinusite é, por vezes, difícil.

 

Tratamento

O tratamento deve ser dirigido aos sintomas e, muito raramente, à infecção, caso seja de origem bacteriana. As indicações para adenoidectomia (remoção cirúrgica das adenóides) são infecções recorrentes resistentes ao tratamento médico, obstrução grave ou suspeita de neoplasia (tumor).
 

Artigo de:

Dra. Elisa Proença Fernandes - Pediatra - 27-Abr-2001

Revisto por:

Dr. Armando Brito de Sá - Médico de família - 27-Set-2009



Partilhar: