Quando deixamos de ser jovens?
19 março 2010
  |  Partilhar:

Com que idade deixamos de ser jovens? E quando é que entramos na terceira idade? Um estudo britânico, que inquiriu 40 mil europeus, traz respostas para estas questões, que divergem de acordo com a idade e o país dos entrevistados.

 

Em Portugal, a idade para poder ter o cartão jovem, que dá descontos em milhares de produtos e serviços, foi alargada: dos 25 anos, passou para os 30. Um sinal dos tempos? Talvez… O que nos anos 60 e 70 do século passado se presumia ser uma idade em que já se deveria estar casado, a pagar o empréstimo da casa e com a prole quase completa, pelo menos dois filhos, não é a realidade de hoje.

 

Actualmente, aos 30 anos, muitos ainda continuam a estudar e a viver em casa dos pais, outros vivem a instabilidade laboral que não lhes permite, entre muitas outras situações, comprar ou arrendar uma casa.

 

Se é verdade que a sociedade mudou, também é verdade que continuam a existir preconceitos em relação à idade, assentes sobretudo no que era a norma “social” das gerações mais velhas: o “ainda és novo” ou “já és velho” são expressões que comummente ouvimos ao longo da nossa existência.

 

Com o objectivo de encontrar a data precisa do “fim da juventude” e do início da terceira idade, o projecto europeu denominado ‘Attitudes to Age in the UK and Europe’, inquiriu mais de 40 mil pessoas, dos 21 Estados-membros.

 

De acordo com o líder da investigação, Dominic Abrams, da Universidade de Kent, foi intrigante verificar que o que o investigador denomina de “preconceito da idade” – ser tratado como “muito jovem” ou “muito velho” – é um problema considerado “grave” ou “muito grave” por 63% dos inquiridos. Por isso, refere o investigador, foi obviamente importante saber o que esses “rótulos de idade” significam para as pessoas.

 

O estudo verificou, por exemplo, que, para os inquiridos do Reino Unido, a juventude termina aos 35 e a terceira idade começa aos 58 anos. Os 23 anos entre estas duas etapas da vida equivalem ao que os especialistas chamaram de “meia-idade”.

 

Mas o estudo mostrou, contudo, que as catalogações destas duas fases diferem de acordo com as idades dos inquiridos. Para os entrevistados entre os 15 e os 24 anos, a meia-idade começa aos 28 e termina aos 54. Como já era de esperar, as pessoas mais velhas, na faixa dos 80 anos, afirmaram que a juventude termina aos 42 anos e a terceira idade só começa aos 67.

 

Também em relação ao género houve algumas diferenças: em geral, os homens consideraram que o fim da juventude e o início da terceira idade começava dois anos mais cedo do que acham as mulheres.

 

Estranhos são os dados referentes a Portugal. Refere o estudo que, entre os países europeus, são os portugueses que consideram que o fim da juventude ocorre mais cedo, aos 29 anos, assim como o início da terceira idade, que, para nós, começa aos 51 anos. Serão estes dados fruto de preconceitos enraizados na sociedade, de como as gerações mais velhas vêem as mais novas, espelhando a realidade do passado?

 

Isto porque, se a idade adulta é caracterizada pela independência, pelo facto de se poder pagar as contas da casa e, eventualmente, por se ter filhos, os dados de Portugal não apontam para uma solidez da idade adulta. Por exemplo, em relação à taxa de natalidade, há já alguns anos que Portugal regista o menor número de nascimentos da UE, 1,36 filhos por mulher.

 

Saber por que razão os portugueses acham que a idade adulta começa aos 29 anos será um bom tema de um estudo sociológico aprofundado.

 

O estudo britânico traz ainda mais alguns dados interessantes: por exemplo, os inquiridos do Chipre referiram que o término da juventude se situava nos 45 anos e, na Bélgica, a entrada na terceira idade ocorria aos 64 anos. Dados que nos deixam apenas uma certeza: a de que entre os europeus existe uma grande divergência sobre quando começa ou termina cada etapa da vida.

 

Paula Pedro Martins
jornalista

Partilhar:
Classificações: 3Média: 4.7
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.