Uma lei que protege ... os fumadores

Quando procurava saber o que dizem as leis em portugal sobre o tabaco, encontrei este site (http://www.ic.pt/arquivo/revista89/Dossier2.htm) do qual retirei um extracto do que vem lá.

A prevenção do tabagismo é assumida em Portugal através de um quadro legal particularmente restritivo que define os locais onde é proibido fumar, assim como o modo de sinalização dessa proibição. A publicidade ao tabaco, salvo excepções muito precisas, está interdita, e as embalagens de produtos de tabaco têm de incluir uma rotulagem específicas e advertências para os malefícios do tabaco

Em Portugal é proibido fumar num conjunto de locais expressamente enunciados na lei. É o caso das unidades em que se prestam cuidados de saúde, como hospitais, clínicas, centros e casas de saúde, consultórios médicos, incluindo as respectivas salas de espera, ambulâncias, postos de socorro e outros similares, e farmácias.
Nos estabelecimentos de ensino, incluindo salas de aula, de estudo, de leitura ou de reuniões, bibliotecas, ginásios e refeitórios, está também interdito fumar.
O mesmo acontece nos locais destinados a menores de 16 anos, nomeadamente estabelecimentos de assistência infantil, centros de ocupação de tempos livres, colónias de férias e unidades semelhantes.
Finalmente, é proibido fumar nas salas de espectáculos e outros recintos fechados congéneres, recintos desportivos fechados, nos locais de atendimento público, elevadores, museus e bibliotecas.
Por outro lado, é possível estabelecer a proibição de fumar nos restaurantes e outros estabelecimentos hoteleiros similares, mas apenas nas áreas que estejam reservadas a não fumadores, de acordo com uma determinação da gerência desses estabelecimentos. O mesmo pode acontecer nos locais de trabalho, na medida em que a exigência de defesa dos não fumadores torne viável a proibição de fumar, designadamente pela existência de espaços alternativos disponíveis.
Nos meios de transporte a proibição de fumar está igualmente consagrada na lei. É o que acontece nos veículos afectos aos transportes públicos urbanos de passageiros e nos interurbanos, expressos e carreiras de alta qualidade com duração até uma hora, incluindo os transportes rodoviários e fluviais. Nas carreiras interurbanas, nas de alta qualidade e nos serviços expresso, turísticos e de aluguer com duração de viagem superior a uma hora é permitido fumar nos lugares das três últimas filas da rectaguarda, podendo esta zona ser ampliada até um terço do total de lugares se o veículo tiver um dispositivo eficaz de escoamento de fumo.
Nos transportes colectivos ferroviários com duração de viagem superior a uma hora podem ser destinados compartimentos, carruagens ou parte de carruagens a passageiros fumadores, não devendo os respectivos lugares exceder metade do total de cada classe.
Nos barcos afectos a carreiras fluviais com duração de viagem superior a uma hora só é permitido fumar nas áreas descobertas, e isto sem prejuízo das limitações constantes de regulamentos específicos das empresas transportadoras ou das capitanias de portos.
A interdição ou condicionamento de fumar deve ser assinalado sempre pelas entidades competentes através da afixação de dísticos com fundo vermelho e de acordo com um modelo oficial. O mesmo é válido para as áreas onde é permitido fumar, onde os dísticos a colocar terão fundo azul.

Porque é que se há-de benificiar os fumadores em locais como discotecas, cafés e restaurantes? Porque não benificiar quem não prejudica os outros?

No Canadá é PROIBIDO FUMAR em todas as áreas públicas fechadas, excepto nos restaurantes e cafés onde a sinalização o permita. Aqui é o contrário, é permitido excepto quando a sinalização o proíba.

Quando fumam ao meu lado já nem ligo, já são tantos anos a lidar com o tabaco... agora quando em vez de cigarros, aparecem charutos, cigarrilhas ou cachimbos, fico fora de mim. Alem de nos prejudicar com o fumo ainda temos de gramar com o cheiro horrível daquilo.

Gostava de saber o que é que pensam se o governo decidisse alterar a lei para uma lei que benificiasse mais os não fumadores.

RE: Uma lei que protege ... os fumadores

Era tão bom que cada um pudesse escolher o que quer. Até agora os não-fumadores (em Portugal) não têm tido escolha. É engolirem o fumo dos outros ou não irem a restaurantes. Quanto aos locais de trabalho a situação é mais séria.
Fala-se tanto em remédios para deixar de fumar (não se fala em olha ! comecei a fumar! ai sim? que bom!)- isto quererá dizer alguma coisa. A mim até ao ar livre o fumo incomoda , mas luto contra isso com a minha maneira defensiva de respiração. Quem me dera de ter dinheiro para abrir um restaurante! Mostrava a todos os que têm estes estabelecimentos que estão altamente errados se proibirem fumar. Até lá só posso dar a minha ajuda nesta divulgação:
http://no-smokezone.planetaclix.pt