Praias

5 Junho, 2000

Bandeira azul chega a 139 praias portuguesas

A bandeira azul da Europa foi este ano atribuída a 139 praias
portuguesas e cinco marinas, no ano em que Portugal recebe o maior
número de bandeiras desde 1987.
O Estoril conseguiu reconquistar quatro galardões, depois de no
ano passado ter ficado de fora dos padrões de qualidade, apesar do
investimento de 30 milhões de contos no sistema de saneamento básico,
em funcionamento há quatro anos.
Contudo nem tudo são boas notícias, pois as estâncias fluviais
continuam a ser os grandes ausentes na lista de premiados devido à má
qualidade da água.
Apenas em 1998 uma bandeira azul foi hasteada numa praia do
interior: Arnado, em Ponte de Lima.

Mais: lusa.pt

Praias fluviais do Douro

Praias fluviais do Douro em más condições

As praias fluviais do Douro no concelho de Gondomar não estão
próprias para utilização como zonas de recreio, anunciou hoje a Junta
de Freguesia da Lomba.
Em comunicado, a autarquia refere que já em plena época
balnear, no passado dia 15, o delegado de Saúde do concelho informou a
Junta que as águas das praias do concelho de Gondomar estavam
impróprias para recreio.
A Junta de Freguesia da Lomba considera que o controlo da
qualidade da água deve ser regular para que, ao serem detectadas
anomalias, sejam tomadas as medidas para se evitar estas situações.
Não aceitamos que se trate desta forma as águas do Rio Douro
e vamos contactar as associações ambientalistas, nomeadamente a
QUERCUS, para que nos ajudem a denunciar estas situações e a exigir
soluções, refere a Junta de Freguesia da Lomba no comunicado.

Fonte: http://www.lusa.pt

Campanha de limpeza de praias

Campanha de limpeza de praias começa amanhã

Crianças munidas de pás, ancinhos e luvas e prontas a
entrar em acção nas praias portuguesas serão, a partir de hoje,
os soldadinhos da areia no âmbito da campanha Praia limpa,
praia segura.
Pelo sexto ano consecutivo, o projecto prevê acções de
recolha do lixo e de sensibilização, incluindo uma câmara que
filmará acções dos utentes mais desleixados, interpelando-os de
seguida, de uma forma divertida, além de ateliers e música.
Este ano a campanha beata na areia é coisa feia irá
distribuir cinzeiros em forma de cone, reutilizáveis para evitar
que os utentes lancem para o areal as pontas de cigarro.
A campanha inicia-se hoje na praia do Tamariz, no
Estoril, abrangendo até 07 de Setembro praias de toda a costa
continental portuguesa, num total de 20.

Fonte: lusa.pt

Praias de Lagos

Esgotos a céu aberto poluem praias de Lagos com bandeiras pouco azuis

Esgotos sem tratamento, alguns em valas a céu aberto, correm para o mar, rios e ribeiras do concelho de Lagos, poluindo
diversas praias que, este ano, não tiveram bandeira azul.

Os esgotos sem tratamento têm diversas origens, desde estâncias turísticas, no caso de Porto de Mós e Luz, até urbanizações, nomeadamente nas praias de Solaria, Batata, Pinhão, Dona Ana, e Odiáxere.

Perto da Luz, a estação elevatória que servia a ETAR da localidade, entretanto desactivada, despeja directamente para o
mar esgotos vindos de Espiche e da zona de Mata Porcas.

Contactado pela Lusa, Casimiro Branco, vereador da Câmara Municipal de Lagos, referiu que a maioria dos prevaricadores já
foi notificada pela Direcção Regional do Ambiente.

Por decisão da autarquia, de maioria social-democrata, este ano nenhuma das praias do concelho foi candidata a bandeira azul, enquanto se tentam colmatar as diversas situações.

Fonte: lusa.pt

Naufrágio do Ievoli Sun

4 de Novembro, 2000

França: Ligas de protecção de animais vigiam local do naufrágio do Ievoli Sun

Cinco ligas de protecção dos animais agruparam-se para pôr hoje em prática uma rede de vigilância nas costas da Normandia
(França), depois de ter sido encontrado o cadáver de uma foca, perto do local do naufrágio do navio Ievoli Sun.

A Liga de Protecção dos Pássaros (LPO) e o Grupo Ornitológico normando instalaram uma rede de vigilância para o caso de haver eventuais vestígios de poluição.

O cargueiro, com produtos químicos, que se afundou terça-feira a 20 quilómetros da ilha de Aurigny, transportava 4.000
toneladas de estireno, um produto corrosivo e cancerígeno.

Fonte: LUSA

Cargueiro chinês à deriva

Cargueiro chinês à deriva ameaça Ambiente ao largo da Grã-Bretanha

Um alerta de poluição foi desencadeado pelas autoridades britânicas devido ao facto de um cargueiro chinês, que transporta matérias perigosas, se encontrar à deriva e poder chocar com a costa da Cornualha, no sudeste da Inglaterra.

O Hebei Treasure, que tem uma avaria no leme, transporta 44 mil toneladas de minério de metais, entre eles magnésio que reage perigosamente ao contacto com a água.

Além dos metais, paira ainda a ameaça de um derrame das cerca de 370 toneladas de diesel e óleo que se encontram a bordo.

Fonte: LUSA