Nova vacina anti-pneumocócica

Comente esta notícia.

RE: Nova vacina anti-pneumocócica

A vacina pneumocócica conjugada, lançada com o nome Prevnar (Wyeth Leaderl Vaccines) foi aprovada há cerca de uma ano pela U.S. Food and Drug Administration para prevenir infecções provocadas por uma bactéria chamada Streptococcus pneumoniae ou pneumococo. Este é responsável por infecções várias, como sejam otite média aguda, pneumonia, bacteriemia e mais preocupante ele é um temível agente causador de meningite bacteriana, potencialmente fatal. Segundo o CDC (Centers for Disease Control and Prevention) as doenças pneumocócicas matam por ano cerca de 200 crianças. A crescente resistência desenvolvida por esta bactéria aos antibióticos tem preocupado particularmente as entidades de saúde oficiais.

As crianças com maior risco de contrair este tipo de infecções são aquelas com idade inferior a 2 anos, tendo a Academia Americana de Pediatria incluído este ano esta nova vacina no calendário de vacinações. Esperemos que em Portugal, na sequência da introdução de outras vacinas, brevemente esta também integre o PNV.

Actualmente existem 90 serotipos (estirpes) de pneumococos, mas apenas 7 destes pensa-se serem responsáveis por cerca de 80% das doenças pneumocócicas invasivas e a vacina Prevnar protege contra estes 7 serotipos. Está a ser estudada uma outra versão da vacina que protege contra 9 serotipos, sendo o objectivo a protecção contra pelo menos 90% das estirpes.

De referir também que já existia comercializada a vacina pneumocócica 23-valente (vacina polissacarídica), cujo uso rotineiro nas crianças abaixo de 2 anos não é recomendado, pois a eficácia baixa. As recomendações incluem crianças com mais de 2 anos com risco de doença pneumocócica ameaçadora à vida, como seja por exemplo crianças com SIDA ou outro tipo de imunodepressão.