Notícias sobre a BSE

59 replies [Última mensagem]
Fechados dois matadouros por violação das normas

O Ministério da Agricultura, Capoulas Santos, encerrou hoje dois matadouros e uma sala de desmancha por violação das normas de combate à BSE.

Segundo o gabinete de Capoulas Santos, uma sala de desmancho em Sacavém foi encerrada porque foram detectadas três carcaças de bovino provenientes de dois matadouros de Sousel e Loulé com vestígios de espinal medula, o que viola as normas legais do Plano de Combate à BSE.

De acordo com este plano – em vigor desde o dia 1 de Outubro de 2000 -, a espinal medula, bem como outras partes dos bovinos, têm que ser obrigatoriamente retiradas da cadeia alimentar.

O Ministério da Agricultura apreendeu a carne e mandou encerrar a sala de desmancha e os dois matadouros até serem apuradas as responsabilidades.

EUA eliminam ovelhas importadas...

As autoridades agrícolas dos Estados Unidos começaram a eliminar ovelhas importadas da Bélgica e Holanda pelo facto de alguns animais sofrerem de encefalopatia espongiforme transmissível.

A doença, conhecida genericamente como TSE no caso do mal que afecta as ovelhas, é uma doença neurológica degenerativa idêntica à das “vacas loucas”, que é mortal para os animais.

Nos Estados Unidos não foram ainda detectados casos da doença das BSE, no entanto, em Julho do ano passado 234 animais do estado de Vermont tiveram casos positivos de TSE.

Fonte: Lusa

França com 1º caso de BSE em exploração biológica

Um caso de doença das vacas loucas foi registado numa exploração da localidade de Sarogna, na região do Jura, nordeste da França, o primeiro numa exploração biológica em França.

A doença foi detectada de forma preliminar numa rês que foi levada no passado dia 07 ao matadouro, graças às análises sistemáticas praticadas nestas instalações, e no dia 15 as contra-análises confirmaram o primeiro diagnóstico.

Os serviços veterinários ordenaram para este fim-de-semana o abate preventivo dos restantes 109 animais que completavam a exploração.

Segundo o proprietário, o animal atingido pela BSE tinha oito anos e, antes de há ano e meio se juntar ao gado da herdade biológica, fora alimentado com farinhas animais.

Fonte: Lusa

Itália conta mais um caso suspeito de BSE

Um novo caso suspeito de encefalopatia espongiforme bovina (BSE) foi registado na província de Cremone, na Lombardia, norte de Itália, anunciou no dia de hoje o ministério da Saúde italiano.

Dois outros casos suspeitos foram detectados sexta-feira em Itália, um em Offlaga, perto de Brescia, e o outro em Rivarolo del Re, perto de Cremone, também na Lombardia.

Em Itália, foram já registados sete casos confirmados desde que os testes de despistagem foram tornados obrigatórios, em Janeiro último.

O caso suspeito anunciado hoje é de uma rês nascida em 1996.

Fonte: Lusa

Encaminhamento de vísceras para lixeira

O encaminhamento para a lixeira das vísceras dos bovinos abatidos nos Açores, no âmbito de combate à BSE delineado pela UE, esteve sempre previsto e respeita o regulamento comunitário aplicável.

A garantia foi dada hoje por um porta-voz da Secretaria Regional da Agricultura e Pescas, acrescentando que essas vísceras terão um tratamento especial na lixeira.

As declarações do responsável são uma reacção à notícia que hoje faz a manchete do jornal Público: “Vísceras de animais abatidos deixadas em lixeiras nos Açores - Carcaças de vacas mortas para prevenir BSE aguardam incineração, mas os materiais de risco são depositados no lixo”.

Fonte: Lusa

RE: Notícias sobre a BSE

Olá, chamo-me Alexandre, estou a tirar o curso de Nutrição e Engª Alimentar, no 4 ano.
Neste momento preciso da vossa ajuda, estou a fazer um trabalho para apresentação oral, sobre BSE - Custos económicos, sociais e políticos. Caso tivessem gráficos a nível do consumo de carne de vaca ao longo dos anos em coparação com as outras carnes de animais agradecia que me pudessem facultar, tal como outras informações e curiosidades, no entantoi relacionados com o tema do trabalho.
Desde já agradeço a atenção e um muito OBRIGADO.

cumprimentos do Alexandre

Veneno de cobra bloqueia a doença tipo vaca-louca

2 de Abril, 2001

Duas equipas de cientistas, de diferentes laboratórios, descobriram uma forma de travar ou atrasar o desenvolvimento da encefalopatia espongiforme em ratos. Isto é importante uma vez que mostra, por um lado, os mecanismos de acção e, por outro, novas formas de combater as infecções por priões que causam doenças como a Doença das Vacas Loucas e a Doença de Creutzfeldt-Jakob, encefalopatias espongiformes em bovinos e humanos, respectivamente. Estas doenças não têm cura conhecida actualmente.

Neil Mabbott e colegas da Unidade de Neuropatenogénese do Instituto de Saúde Animal de Edimburgo, Escócia, e Michael Klein e colegas da Universidade de Zurique, Suiça, demonstraram como uma parte do sistema imunológico – o complemento – auxilia na acumulação dos priões infecciosos no baço e outros órgãos do sistema linfático onde se dá a sua replicação para depois estes agentes migrarem para o sistema nervoso e causarem danos no cérebro, provocando a morte.

Estes cientistas deduziram que um sistema de complemento deficiente levaria a um bloqueio ou atraso da infecção priónica.

Assim, os cientistas manipularam geneticamente ratos de laboratório de forma a obterem animais com um sistema de complemento deficiente. O complemento é um sistema de cascata composto por várias proteínas que se ligam a agentes infecciosos, marcando-os. Estes agentes marcados são depois armazenados nas células dendríticas foliculares, que existem sobretudo nos gânglios linfáticos, iniciando-se o processo da sua destruição. No entanto, certos priões usam estas células para se replicarem.

Os ratos geneticamente modificados não produziam variados componentes do sistema de complemento (entre os quais o C1q e C3) ou os receptores destes nas células dendríticas foliculares (células que acumulam os agentes infecciosos marcadas com as proteínas do complemento). Estes animais não desenvolveram a doença ou, então, esta foi retardada.

A equipa de Edimburgo conseguiu ainda inibir o sistema de complemento temporariamente por administração de veneno de cobra aos ratos. A administração simultânea de priões e veneno de cobra durante 5 dias foi o suficiente para atrasar o desenvolvimento da doença em quase um mês, o que é significativo em ratos.

A administração de doses mais elevadas de priões anulava o efeito o que mostra que estes agentes usam também outros caminhos para se replicarem e causarem a doença. Mas estas descobertas são importantes porque demonstram a importância do sistema de complemento nas fases iniciais de infecção, sugerindo a possibilidade de desenvolver novas formas de tratamento.

No entanto, quando o período de incubação é longo, como é o caso nestas doenças, uma terapia que se baseasse na anulação do complemento só seria eficaz quando a infecção fosse detectada no início, o que é difícil.

Helder Cunha Pereira
Biólogo
MNI – Médicos Na Internet

Fonte: New Scientist e Reuters

110 mil toneladas de farinha armazenadas ...

Portugal armazenou já cerca de 110 mil toneladas de farinhas de carne e ossos, devido à estratégia de combate à doença das vacas loucas, mas apenas 30 mil foram eliminadas porque faltam soluções que permitam a sua destruição.

No entanto, destas 110 mil apenas 1.600 toneladas são de animais com BSE ou suspeitos de terem contraído a doença. Segundo o Instituto Nacional de Garantia Agrícola (INGA), estas farinhas estão separadas das restantes, tendo sido colocadas em instalações militares adequadas.

Os responsáveis do INGA, que tutelam a armazenagem das farinhas, consideram que a capacidade de acondicionamento está quase esgotada e admitem problemas, sobretudo se persistir a falta de condições para destruição desses materiais.

Fonte: Lusa

RE: RE: Notícias sobre a BSE

olá, chamo-me carina, tou no 1º ano de enfermagem, e estou a fazer um trabalho sobre a BSE, mais especificamente os efeitos da doença em humanos (DCJ).
se tivesses informações sobre o doença,se soubesses de sites onde falam disso, agradessia que me enviasses.
agradeço a atenção.

carina

Página 6 de 6