Notícias

Comente estas notícias.

Trinta por cento da população mundial não dorme...

Cerca de 30% da população mundial dorme menos do que devia ou tem perturbações durante o sono, disse hoje Teresa Paiva, professora da Faculdade de Medicina de Lisboa e presidente do Instituto do Sono.

De acordo com Teresa Paiva, as perturbações do sono vão ter reflexos negativos na qualidade de vida das populações, porque diminuem a capacidade de desempenhar tarefas, dificultam o raciocínio lógico e aumentam a possibilidade de acidentes domésticos e de viação.

A situação é de tal modo grave que, este ano, pela primeira vez, se assinala o Dia Mundial do Sono – amanhã, 21 de Março - dia em que será lançada a nível mundial a campanha Abra os seus olhos para o sono.

O principal objectivo da campanha é o de fornecer ao público informação geral e respostas dos especialistas às suas questões sobre a problemática do sono.

Fonte: Lusa

RE: Trinta por cento da população mundial não dorm

Há cerca de tres anos que me foi diagnosticado,apeneia do sono pela prof. drª Teresa Paiva.
Felizmente que encontrei a pessoa certa para o diagnóstico e acompanhamento. Hoje sou uma pessoa diferente,posso conduzir, ler, ver televisâo~, trabalhar, etc. etc.
Houve tempos em que em casa ou no restaurante adormecia entre um e outro prato. Quantas vezes no decorrer de uma conversa, por momentos adormecia.
Não foi fácil acreditar que isto era uma doença. mas foi o esforço da minha esposa que me levou a acreditar.
O meu agradecimento à Srº Drº teresa Paiva por tudo o que tem feito por mim.
Bem Haja.
Manuel Grácio
Castro Verde

RE: Trinta por cento da população mundial não dorm

Boa Tarde.

Tenho muito interesse em assuntos relacionados com o sono pois sou uma vítima de perturbações de sono. Tenho uma grande dificuldade em adormecer e acordo várias vezes durante a noite o que origina um acordar cançado, como se não tivesse dormido quase nada. Gostaria de poder saber mais sobre o assunto e ter conheimento do que poderá ser feito para ultrapassar esta situação. Por isso, gostava que escrevesse mais sobre esse assunto.

Obrigado