Notícias

14 Junho, 2000

Via verde para a família discutida hoje no Parlamento

O diploma social-democrata destinado a criar apoios à
permanência e integração na família de idosos e pessoas portadoras de
deficiências - denominado por Durão Barroso de via verde para a
família - é hoje discutido na Assembleia da República.
O texto prevê desde incentivos fiscais até ajudas financeiras
mensais às famílias que mantenham no seu seio os idosos e os
deficientes.

Fonte: lusa.pt

Esperança de Vida a Aumentar

15 Junho, 2000

Esperança de vida continua a aumentar. Uma lição para os portugueses...

Durante os próximos 50 anos, a esperança de vida nos Estados Unidos e noutros países industrializados, continuará a aumentar sem abrandamento previsível, dizem os especialistas num artido da Revista Nature (Nature 2000;405:789-792). A previsão deste grupo de investigadores aponta para uma duração média de vida bem para além dos 80 anos em 7 países, o que trará fortes implicações para futuros programas de governo em todo o mundo por ultrapassar todas as expectativas.

Por volta de 2050, habitantes das nações G7- Estados Unidos, Canadá, Japão, França, Alemanha, Itália e Reino Unido, poderão viver bem para além das estimativas oficiais. No Japão, a esperança de vida poderá ultrapassar em 9 anos as previsões governamentais, atingindo o espantoso número de 91 anos. Nos Estados Unidos, esse número poderá ser de 83 anos.

Os investigadores, liderados pelo Dr. Shripad Tuljapurkar da Mountain View Research, em Los Altos, California, depois de examinarem as taxas de mortalidade dos países G7 entre 1950 e 1994, concluiram que essas taxas cairam exponencialmente e a ritmo constante durante esse período e dizem que, tendo em consideração a sucessão de recentes descobertas em Medicina, se prevê que a mesma tendência se verifique no futuro.

De acordo com este trabalho, uma proporção maior do que a prevista tornar-se-á idosa e dependente de uma fatia cada vez menor de população activa. Este quociente de dependência poderá ser 6-40% maior do que o previsto pelos governos dos G7, como no caso do Reino Unido e do Japão, respectivamente. Este trabalho poderá influenciar os programas de Segurança Social em todo o mundo.

À medida que a duração de vida aumentar, acabará por atingir um limite natural, que corresponde ao limite biológico, o qual ainda se desconhece.

Na primeira metade do século passado foram os avanços no combate às doenças infecciosas e aos problemas da gravidez e parto que diminuiram as taxas de mortalidade entre os mais jovens. Mais recentemente, os progressos na luta contra doenças cardíacas, tromboses e outras doenças relacionadas com idades mais avançadas, têm permitido às populações viver por mais tempo. O que é importante é que estas vidas longas também parecem ser cada vez mais saudáveis. No entanto, não é possível garantir que os avanços na Medicina possam continuar a manter este ritmo de aumento na esperança de vida que se tem vindo a observar nos últimos 200 anos.

Aproveitamos para lembrar aos portugueses que só poderão beneficiar, e deixar que os outros beneficiem, destes progressos se deixarem de fumar e conduzirem com muito mais cuidado. Como se vê, para que é a pressa? Já agora, faça exercício em vez de andar para aí a conduzir como um(a) louco(a).

9 mil milhões pessoas em 2050

População mundial atingirá os nove mil milhões
no ano 2050

A população do mundo atingirá os 9.000 milhões de pessoas no ano 2050 e o número de habitantes da Índia poderá superar os da China nas próximas décadas. De acordo com um documento do Departamento de Referência da População - uma Organização Não Governamental.

O país mais povoado continua a ser a China, com 1.200 milhões de pessoas, no entanto a Índia, actualmente com mil milhões de habitantes, poderá superar a China no ano 2050, devido ao seu alto crescimento demográfico.

O estudo, que se baseia em estatísticas da ONU, refere ainda que apesar da grande incidência da Sida, a África, que tem 800 milhões de habitantes, atingirá os 1.800 milhões, os norte-americanos
passarão dos 275 milhões actuais para mais de 400 milhões devido às projecções económicas optimistas e à imigração. Contrariamente, a população europeia, contrariamente, sofrerá uma redução de 728 milhões de pessoas para 658 milhões devido à queda da taxa de natalidade e ao aumento do custo de vida.

Fonte: lusa.pt

Reformados e pensões

17 Junho, 2000

Reformados manifestam-se em Belém por melhores condições de vida

Cerca de quatro centenas de idosos provenientes de todo o
país concentraram-se hoje em Belém, Lisboa, para exigir a
aproximação das pensões mais baixas ao salário mínimo nacional e a
melhoria da segurança e assistência à saúde.
Respondendo à iniciativa da Confederação Nacional de
Reformados, Pensionistas e Idosos (MURPI), os manifestantes
estiveram presentes junto à entrada do Centro Cultural de Belém
empunhando cartazes para denunciar a situação dramática de dois
milhões de pessoas em Portugal, segundo a organização.
Como medidas imediatas, o MURPI exige um aumento
intercalar de 3.500 escudos nas pensões mínimas, a criação de
redes de transporte para quebrar o isolamento e a solidão da
terceira idade, um Serviço Nacional de Saúde gratuito e a criação
de centros de dia e convívio com apoio domiciliário e
acompanhamento por profissionais.

Fonte: lusa.pt

Mulher de 102 anos candidata

Mulher de 102 anos candidata às eleições municipais belgas

Uma mulher de 102 anos irá apresentar-se às eleições municipais belgas no dia 08 de Outubro e ocupará o sétimo lugar na lista de um partido denominado Interesses Municipais, criado em 1994.

Mãe de quatro filhos, três dos quais já morreram, vai tentar demonstrar que com uma cadeira de rodas e um aparelho auditivo é possível fazer política em qualquer altura da vida.

A candidata goza de excelente saúde, é inteligente e boa comunicadora, afirmou o cabeça de lista do partido e promotor da
sua candidatura, Erik Moris, que pretende demonstrar que, independentemente da idade do candidato, há lugar para todos, já que com um meio de transporte adequado e um aparelho auditivo poderá sentar-se no conselho municipal como qualquer outro.

Reconhecendo que as pessoas se irão rir quando souberem da sua candidatura, Nathalie Van Loock diz conhecer bem os problemas da terceira e quarta idade e acredita poder defender bem os seus interesses.

Fonte: lusa.pt

Incêndio

Incêndio em lar de idosos dos Açores sem vítimas

26 Janeiro, 2001

O sobreaquecimento de um stock de fraldas pelo sistema de ar condicionado esteve na origem do incêndio que se registou ao fim da noite de ontem no Lar da Levada, ilha de S.Miguel, disse hoje fonte dos bombeiros.

Segundo adiantou o comandante dos Bombeiros de Ponta Delgada, Afonso Moniz, os treze homens envolvidos no combate às chamas conseguiram circunscrever o incêndio ao compartimento em que deflagrou.

O fogo sobressaltou, no entanto, os idosos do lar, obrigando à evacuação dos que dormiam no andar em que se iniciou o incêndio.

Afonso Moniz referiu que o material que ardeu tinha sido arrumado num quarto ligado ao sistema de ar condicionado central do edifício.

Fonte: LUSA