Notícias

7 Junho, 2000

Cibernauta dos EUA pode ser serial-killer

Um cibernauta norte-americano é suspeito de ser o assassino de
cinco mulheres, depois da polícia do Kansas ter encontrado no sábado
três cadáveres dentro de barris num armazém por ele arrendado e mais
dois corpos enterrados num terreno seu.
O acusado já foi detido por acusações de violação com a
agravante de ter atraído as vítimas pela Internet.
As autoridades informaram ainda que o suspeito utilizava a
Internet para estabelecer contactos sexuais sado-masoquistas.

Mais: http://www.lusa.pt

Apreendidas cassetes pedófilas

Apreendidas 84 cassetes pedófilas na Grécia

A polícia grega apreendeu 84 cassetes pedófilas numa loja de
aluguer de vídeos de Atenas, que está agora a ser investigada, revelou
fonte policial.
Trata-se da primeira apreensão de cassetes deste tipo na
Grécia, segundo a mesma fonte.
Os filmes mostravam crianças dos 5 aos 15 anos, retomando
imagens captadas a partir da Internet, provenientes, provavelmente, da
Ásia e dos Países Baixos.
A polícia descobriu os documentos num alugador de Vuliagméni,
nos arredores a Sul de Atenas, estando agora a ser interrogado um
empregado de 26 anos.
O proprietário da loja, de 39 anos, está a ser procurado pelos
investigadores.

Fonte: http://www.lusa.pt

Listas de pedófilos

22 Julho, 2000

Publicação dos dados de 49 pedófilos por jornal do Reino Unido provoca polémica

A publicação do nome e da fotografia de 49 pessoas
condenadas por pedofilia pelo semanário britânico News of the
World provocou uma forte polémica sobre as consequências desta
iniciativa na protecção de menores.
O semanário encetou uma campanha defendendo a prisão
perpétua como castigo para os casos graves de pedofilia e adianta
aos leitores as zonas onde residem os 49 cadastrados, entre eles
quatro mulheres, embora não refira exactamente a morada.
A iniciativa do News of the World foi criticada tanto
por alguns activistas de direitos humanos como pela polícia, que
adverte que poderá dar lugar a linchamentos contra os cadastrados
e dificultará o seguimento e seu controlo por parte das
autoridades.
O jornal decidiu adoptar esta medida depois da morte de
uma menina, na semana passada, vítima de pedofilia.

Fonte: lusa.pt

Problemas na criança

Número de crianças com problemas psiquiátricos graves está a crescer

São cada vez mais e de maior gravidade os casos de problemas psiquiátricos infantis que reflectem a violência exercida sobre crianças, nomeadamente abusos sexuais, referiu a directora do Departamento de Pedopsiquiatria do Hospital de D. Estefânia, em Lisboa.

Maria José Gonçalves disse à agência Lusa que tem aumentado o recurso às urgências, tratando-se de casos de psicoses infantis e grandes estados de angústia que conduzem geralmente à ruptura do sentido da realidade e ainda a tentativas de suicídio.

A violência exercida a nível doméstico, na qual se incluem os abusos sexuais, e também a alteração do tecido familiar, devido a compromissos profissionais dos pais, por exemplo, são apontadas
como as grandes responsáveis pelo aumento dos casos e da sua gravidade.

Ao departamento é pedido ainda que emita pareceres em casos de regulação do poder paternal, considerada outra das causas que tem contribuído para o aumento de casos que levam as crianças a precisar dos serviços.

Fonte: lusa.pt

Pedófilo condenado

Marc Dutroux condenado a cinco anos de prisão

O alegado pedófilo belga Marc Dutroux foi condenado hoje a
cinco anos de prisão, pelo Tribunal de Recurso de Liège, pelo
roubo de uma arma de um dos agentes que o vigiava, pelo roubo de
uma viatura e por ameaçar outro agente policial.

O Tribunal aplicou a mesma pena, que tinha sido
pronunciada a 19 de Junho em primeira instância pelo tribunal de
Neufchâteau.

O advogado de defesa, Julien Pierre, reclamou um exame
psiquiátrico ao seu cliente, mas a Justiça considerou que o
arguido estava na posse de todas as suas capacidades quando os
cometeu os delitos.

Fonte: LUSA

Açores: Defesa diz que suspeito é doente

O advogado do homem que hoje começou a ser julgado em Ponta Delgada, acusado da morte e profanação do cadáver de uma menina de seis anos, definiu o seu constituinte como um indivíduo doente a necessitar de ser tratado.

Em declarações aos jornalistas à entrada para o quartel dos Bombeiros do Ponta Delgada, onde o suspeito começou a ser julgado sob um forte dispositivo de segurança, Jaime Liote escusou-se, no entanto, a avançar com os argumentos da defesa.

Liote, um causídico de Lisboa que aceitou ser o defensor oficioso de Pedro Viveiros, face à recusa de vários advogados locais nomeados pela Ordem, recusou-se, também, a fornecer detalhes sobre os exames psiquiátricos a que foi submetido o suspeito.

O colectivo de juízes que vai realizar o julgamento, presidido por Fernanda Moreira, decidiu que as audiências decorrerão à porta fechada.

Fonte: Lusa

Suspeito de violação e morte de criança...

O Tribunal de Ponta Delgada inicia hoje o julgamento de um homem suspeito da violação e morte de uma menina de seis anos, em Maio do ano passado, nos Arrifes, ilha de S. Miguel.

Presidido por Fernanda Moreia, este julgamento decorre sob especiais medidas de segurança para prevenir desacatos semelhantes aos que se registaram quando o acusado foi detido e prestou declarações em sede de instrução criminal.

Na altura, centenas de populares cercaram o Palácio da Justiça, tentando invadir o edifício e obrigando o suspeito a sair pelas traseiras do edifício, disfarçado de polícia.

Em regime de prisão preventiva desde Maio de 2000 numa cadeia do Continente, o homem de 25 anos que hoje começa a ser julgado é acusado de violação e morte, com arma branca, de uma menina (Ana Sofia) cujo corpo foi encontrado numa pastagem dos Arrifes.

Fonte: Lusa

Condenado a 25 anos de prisão...

O Tribunal de Ponta Delgada condenou hoje a 25 anos de prisão um homem acusado de ter morto e abusado sexualmente de uma menina de seis anos nos Arrifes, ilha de São Miguel.

O colectivo de juízes, presidido por Fernanda Mendes, considerou que Pedro Viveiros agiu conscientemente.

O julgamento deste caso, que remonta a Maio de 2000, efectuou-se sob um forte dispositivo de segurança, justificado pelos desacatos registados quando o acusado foi ouvido em sede de instrução criminal.

Na altura, centenas de populares cercaram o Palácio de Justiça tentando invadir o edifício, obrigando o arguido a sair pelas traseiras disfarçado de polícia.

Pelas mesmas razões, o julgamento de hoje ocorreu no quartel de bombeiros de Ponta Delgada.

Fonte: Lusa

Ordem dos Advogados preocupada com pedofilia

A Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados mostrou-se ontem preocupada com o “possível agravamento dos casos de pedofilia” na Madeira, apresentando algumas propostas para combater o problema.

A Comissão sugere para a Madeira duas distinção para os casos de pedofilia: por um lado menores praticantes de actos ilícitos tipificados na lei penal, e por outro, menores sujeitos à miséria económica, ao abandono, aos maus tratos, ao abuso e à exploração sexual.

Assim, no 1º caso, o Estado deverá reeducar o jovem prevaricador, internando-o num colégio de acolhimento, enquanto, que na 2ª situação, a Comissão propõe que os menores não sejam internados junto com delinquentes.

Fonte: Lusa

RE: Notícias

O casamento precoce é uma prática frequente em várias regiões do Mundo, sendo a percentagem de matrimónios de adolescentes - sobretudo de raparigas dos 15 aos 19 anos - nalguns casos assustadora, atingindo 74% na República Democrática do Congo.

A denúncia foi feita hoje pela UNICEF no relatório “Casamento na Adolescência: Crianças Cônjuges”, em que refere que vários milhões de raparigas sofrem as consequências desta prática, que viola os direitos de liberdade pessoal e do crescimento e tem efeitos devastadores a nível emocional, físico e intelectual.

Alguns países da África sub-saariana e do sul da Ásia têm percentagens elevadas de casamentos de raparigas entre os 15 e os 19 anos, como acontece no Níger (70%), Afeganistão (54%), Bangladesh (51%), Uganda e Mali (50%) e Nepal (42%).
O estudo da UNICEF refere casos como o do Rajastão (província da União Indiana) onde, segundo dados de 1993, 17% das raparigas se casaram antes dos 10 e existem crianças de dois e três anos que são oferecidas em casamento pelos pais.

Além do peso da tradição, também a pobreza, a protecção das raparigas contra o assédio sexual e uma espécie de “estratégia de sobrevivência económica” motivam estas uniões que, nos últimos anos, aumentaram entre os 40 e os 49% na África Ocidental.

Fonte: Lusa

Alegado pedófilo holandês ouve hoje sentença ...

A sentença do julgamento do holandês Christian Albert Mullenders, extraditado para Portugal sob a acusação de pedofilia, vai ser hoje lida no tribunal de Vara Mista do Funchal.

Mullenders, um cozinheiro de 58 anos, é um dos seis arguidos (cinco estrangeiros e um madeirense) acusados pelo Ministério Público da prática dos crimes de tráfico de pessoas, associação criminosa e lenocínio (fomento de prostituição).

Os processos dos seis arguidos foram separados, o que já permitiu o julgamento e condenação de quatro dos indivíduos.

Fonte: Lusa