Notícias

Notícias para comentar sobre anorexia e bukimia nervosa:

Investigadores identificam gene que poderá estar r

6 de Abril, 2001

Investigadores identificaram uma variação de um gene implicado no controlo do apetite que é mais frequente entre anorécticos, sugerindo que uma disfunção no sistema cerebral que controla a ingestão de alimentos pode contribuir para as desordens alimentares.

Trata-se da primeira vez que um gene relacionado com a anorexia é identificado, apesar dos investigadores saberem há anos que as possibilidades de um indivíduo desenvolver uma desordem alimentar depende em parte dos seus genes.

O estudo, de investigadores alemães e holandeses, permitiu concluir que 11% dos anorécticos possuem uma variante do gene que codifica uma proteína que actua como um mensageiro químico que estimula o apetite.

Em contraste, apenas 4,5% das pessoas não afectadas pela anorexia possuem essa variante do gene.

Fonte: Lusa

RE: Investigadores identificam gene que poderá est

E lá continuamos nós/eles com os genes para tudo!...
É impressionante como se tenta simplificar e reduzir a emotividade, os sentimentos, as milhentas situações de uma vida que contribuem decisivamente para a edificação da idiossincrasia/singularidade da personalidade de cada um de nós.

RE: Investigadores identificam gene que poderá est

Não podia concordar mais consigo.

Realmente não penso que a solução se vai encontrar (como infelizmente este recente entusiasmo sobre o genoma, etc. faz crer) na engenharia genética e na manipulação de genes específicos a certa doença. Claro que nós somos o produto de muito mais que os nossos genes. Somos também o que vivemos e, como diz, das milhentas situações que ocorrem e nos fazem. Aliás, é um pouco um paradoxo certos biólogos acreditarem assim tão cegamente no poder dos genes já que é aceite em biologia que os seres vivos são o resultado de interacções: dos genes, do ambiente e do fenótipo (características pessoais de cada um) a cada momento.

Um abraço,

Helder