herpes genital masculino

Valerá a pena tentar diagnosticar lesões herpéticas não macroscópicas no homem?

RE: herpes genital masculino

Na imensa maioria das situações penso que não, na medida em que não dispomos actualmente de qualquer terapia eficaz para erradicar o vírus do seu bastião ganglionar. Tem toda a razão em frisar lesões macroscópicas. Se não as há poderíamos pensar que 1- não tem herpes, 2- tem mas está em período de latência. Mas, de facto, a tendência actual é para considerar o herpes genital como uma infecção crónica com graus variáveis de expressão epitelial, felizmente na imensa maioria das vezes assintomática, o que vem abalar a teoria clássica da sequência latência/recorrências.
De qualquer modo a minha resposta seria não, com a ressalva de existirem casos individuais
(herpes genital recidivante no cônjuge (?), eritema polimorfo recidivante, etc) em que se poderá justificar um estudo mais aprofundado.

RE: herpes genital masculino

Existe hoje algum exame laboratorial atraves do sangue para detecção do virus da herpes tipo-2? Qual?

RE: herpes genital masculino

Sou portador do virus mas nas consultas que ja fui o medico quase não da informação, as informação obtidas foram na internete.
Quero saber se possso ser voluntário ou ser util de alguma forma.
Faço o uso de própolis e da pomada aciclovir e não tenho ido mais ao medico porque eles não informa nada e receita só aciclovir.
Espero ser mais esclarecido para quando for saber questiona-lo melhor.
Obrigado Clerton

RE: RE: herpes genital masculino

Estava tendo episodios de herpes genital de 20 em 20 dias. Tentei usar o aciclovir de todas as formas com acompanhamento medico, e não obtive resultados algum.Mas já faz 3 meses e 11 dias que não aparece as lesões.
Fiquei sabendo que as amoras poderiam ser eficazes no tratamento e como tenho um sitio e o que mais tem lá é amoras, fiz uma geléia com a fruta e consumo diariamente na bolacha, no pão etc e parece que esta dado certo.

RE: RE: RE: herpes genital masculino

É pena que não consideremos as propriedades terapeuticas da alimentação, pois o facto é que é melhor consumirmos drogas quimicas e/ou naturais para de seguida termos que consumir mais ainda, pois estão estudadas no sentido do alivio dos sintomas e consequentemente irão provocar outros que tambem terão que ser combatidos. Hoje e cada vez mais, tenho a certeza que a maioria das patologias ( senão todas)poderão ser eleminadas com os nutrientes certos, e sempre de uma forma personalizada, pois cada um tem carências especificas. Senão reparem, porque é que o escorbuto foi uma doença, que hoje já não existe?