Gravidez/Fumar

Exmos. Srs.

Durante uma discussão, alguém afirmou que o tabaco não influência o desenvolvimento de uma gravidez desde que a mulher deixe de fumar a partir do momento em que está grávida e durante os primeiros meses de vida do bebé. Não concordo com esta afirmação já que um fumador, quando deixa de fumar, fica registado como tal entre 5 a 10 anos de acordo com o tipo de doença que possa vir a contrair, no entanto, não tenho informações
estatísticas ou médicas sobre esse tema para poder defender a minha opinião.

Gostaria de saber se essa afirmação é ou não verdadeira e se não for quais as potenciais consequências para o bebé.

Obrigado pela vossa atenção para este assunto

Jorge Humberto Gonçalves

RE: Gravidez/Fumar

Estava à espera que um colega Obstetra lhe respondesse mas como está tanta gente de férias, aqui deixo o meu parecer.

Bem antes de engravidar, a mulher deve deixar de fumar se quiser evitar que o feto sofra os malefícios do cigarro.

Os três meses são especialmente perigosos mas o cigarro depois desse período continua a ser perigoso e é especialmente evidente o risco de parto prematuro e de baixo peso ao nascimento para bebés de mães fumadoras em qualquer altura da gravidez.

Quando um fumador abandona o cigarro, demora diversos anos, julga-se que 10 anos, até ter os seus riscos de contracção de doenças relacionadas com o cigarro comparáveis ao de um indíviduo que nunca fumou.

Eu suspeito que certos efeitos nunca desaparecem mas gostava de ouvir os especialistas a expor os seus dados. Isto, todavia, não é razão para não deixar de fumar. A saúde melhora quando se deixa de fumar. E, tem piada, aqueles que já fumaram e acreditavam até que o cigarro era uma filosofia de vida, são aqueles que, depois de deixar de fumar, mais o odeiam.

O tabaco é, infelizmente, cada vez mais popular entre as mulheres. Se conhece alguém que está a pensar engravidar ou que está grávida, peça-lhe, por favor, que respeite o seu filho ou filha.

Um abraço,

Jorge Guimarães

RE: Gravidez/Fumar

foi recentemente publicado um estudo sobre a incidência de cólicas nos bébés filhos de mães fumadoras comparativamente aquelas que não fumavam e verificou-se o dobro da incidência nos filhos das primeiras.
O mesmo estudo apoia também a hipótese do leite materno ser protector.

RE: Gravidez/Fumar

E, segundo a vossa opinião qual o período seguro a respeitar por uma fumadora que pretende engravidar.

Deixar de fumar 3 meses antes, seis...?

Seria interessante saber quando é que se pode considerar o organismo liberto, no mais imediato, dessas toxinas.

Muito obrigada