dentiçao

gostaria de saber quais sao os sintomas dos primeiros dentes. a minha bebe tem 8 meses e meio e ainda nao tem nenhum dente. Mas desde ontem ela anda aborrecida, esta sem febre, tem apetite e nao tem as gengivas vermelhas.
Fico sp na duvida, porque ela com 1 mes e meio teve uma infecçao urinaria. Mas faz profilaxia de trimetropin, e analises periodicas. o q devo fazer?

RE: dentiçao

Não lhe irei responder directamente á sua questão, mas quero alertá-la para a saude futura da sua menina, veja então http://mundoalimentar.blogspot.com/ , e então coloque as suas dúvidas concretas, se e apenas se acha, que tem uma alimentação equilibrada.

RE: dentiçao

Fiquei preocupado com o tratamento que estão a administrar á sua filhota,pois isso são pirimidinas que interferem na produção de ácido fólico e, conseqüentemente, na síntese de DNA. Por esse motivo, tal medicação não é indicada para grávidas, nas quais usam-se antibióticos como espiramicina e rifampicina.
Não deixe de ler :

COMEÇAR BEM A VIDA

O Homem traz com ele para o mundo tudo o que tem ou pode ter.

O Homem nasce como um jardim com as plantas já semeadas.

William Blake 1757-1827

Para fetos pequenos, um crescimento de recuperação é fulcral, desde que seja complementado durante o 1º ano depois do nascimento, dando ênfase aos métodos de alimentar e desmamar. Esse periodo critico de desenvolvimento, tanto dentro do útero, como nos primeiros 3 anos de vida, preparam o ambiente para o desenvolvimento posterior de : problemas coronários ( cárdio-vasculares ), tensão alta, diabétes e probabilidades de oclusôes vasculares (ataques de coração). O recado a dar ás mulheres é directo : se quer que o seu filho cresça com saúde, então tem de cuidar de sí, antes e durante a gravidez, e ter cuidado não apenas com a sua alimentação, mas tambem com a da criança.
De facto não tem interessado muito á indústria da Doença, a divulgação de inumeros estudos ciêntificos, que procuram resolver as causas e origens das patologias, mas apenas divulgar os avanços para atenuar e/ou suprimir os sintomas, que depois irão provocar outros.
Tal como um estudo e/ou investigação feita pela equipa do Prof. David Barker ( Director Clinico da Fundação Britanica do Coração, Bristish Heart Foundation), e inumeros outros(as) Instituições de Renome, que não vou para já divulgar. Mas todos tambem nos apercebemos, que cada vez mais se fala em nutrientes para cabelos, pele, saúde, etc, etc.
O problema é que nem todos temos necessidades iguais, só semelhantes. Basta perguntar a um médico ortodoxo, o que deve comer, para poder ter uma saúde perfeita. Experimente!
Provavelmente atira-lhe com a roda dos alimentos, ou se estiver mais informado, com uma das várias Piramides dos Alimentos. Mas todos somos unânimes em concordar que a alimentação é a chave para uma maior longevidade saudável, só não sabemos como, ou não fazemos, ou pura e simplesmente pensamos que sabemos porque não cumprimos.
Não deixem de ver o artigo como a alimentação pode fazer da criança um adulto saudável