Cidades

5 Junho, 2000

Governo quer melhorar a qualidade de vida nas cidades

O Governo está apostado em melhorar a qualidade de vida e
ambiental das cidades, revelou hoje António Guterres em Viana do
Castelo.
O primeiro-ministro falava no lançamento do Polis, um programa
que visa melhorar a qualidade da vida citadina através de
intervenções nas vertentes urbanística e ambiental.
Numa primeira fase, a iniciativa vai ser posta em prática em
18 cidades, uma das quais é Viana do Castelo, que beneficiará de
um investimento global de 17,7 milhões de contos.
Na sua visita, o chefe do Governo deparou-se com uma
manifestação da Comissão de Defesa do Queijo Limiano, que lhe
entregou uma carta a pedir que seja investigado o processo que
levou à entrega da marca à empresa Lacto Ibérica.

Mais: lusa.pt

Tavira eleita "Cidade limpa"

Tavira eleita Cidade limpa 1999/2000

Tavira foi eleita Cidade limpa 1999/2000 pelo júri do sexto
Concurso Nacional de Limpeza Pública Urbana, uma iniciativa da
Associação Portuguesa para Estudos de Saneamento Básico.
A cidade algarvia venceu no tema geral A gestão apropriada dos
resíduos sólidos urbanos, na categoria de municípios com uma
população entre os 20 mil e os 40 mil habitantes.
Com este prémio, o município de Tavira vai ter agora o direito
de hastear a bandeira verde até à data de abertura de novo concurso
ou, na sua falta, por um prazo de três anos.

Fonte: lusa.pt

Prolongamento da A5

Ambientalistas dizem que prolongamento da A5 só serve interesses privados

Ambientalistas apresentam amanhã no Tribunal
Administrativo de Lisboa uma queixa para impedir a construção do
prolongamento da auto-estrada de Cascais até à Areia, no limite do
Parque Natural Sintra-Cascais, que dizem beneficiar interesses
privados.
Este prolongamento só vai servir os projectos
imobiliários do Abano, do Cabo Raso, da Quinta da Marinha e da
futura Cidade do Cinema, referiu João Dias Coelho, do Movimento
Cívico em Defesa do Parque Natural Sintra-Cascais, em declarações
à Agência Lusa.
Com a entrega da queixa no Tribunal, o movimento cívico
pretende que seja anulada, com prévio pedido de suspensão de
eficácia, a deliberação da Câmara Municipal de Cascais que aprova
a fixação do traçado do prolongamento da A5.

Fonte: lusa.pt

Paulo Portas contra dia verde

Paulo Portas está contra dia verde

O presidente do CDS-PP insurgiu-se hoje contra o dia verde sem carros, previsto para a próxima sexta-feira, considerando-o prejudicial para os cidadãos e demagógico do ponto de vista político.

Numa acção de pré-campanha para a Câmara Municipal de Lisboa, Paulo Portas referiu que a iniciativa prejudicará o dia dos cidadãos, e que uma verdadeira consciência ambiental deverá ser feita 365 dias por ano.

O líder do PP considerou o Dia sem Carros negativo também no plano económico, porque na próxima sexta-feira, estou certo
que muitas pessoas vão aproveitar para fazer ponte, o que é mau num país com a sua economia debilitada e com tão baixa produtividade.

Fonte: LUSA

Mau funcionamento de ETAR

Alegado mau funcionamento de ETAR polui rio Arda

Sete associações de Arouca queixaram-se hoje de que o rio Arda está a ser conspurcado com elevados níveis de poluição, devido ao
alegado mau funcionamento da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) municipal.

O adjunto do presidente da Câmara de Arouca, Dias Costa, reconheceu já à Lusa que a ETAR está sub-dimensionada, provocando problemas pontuais, mas atribuiu o grosso da carga poluente ao depósito directo de efluentes domésticos e industriais no Rio.

Em comunicado conjunto agora divulgado, sete associações reclamam aos poderes públicos medidas adequadas para salvar um ecossistema de reconhecido valor e importância.

A Associação para a Defesa do Património Arouquense, a Urtiarda e cinco agremiações da freguesia de Rossas formam o grupo empenhado em denunciar a escandalosa e caricata situação.

Fonte: LUSA

Portugueses e Dia Sem Carros

Portugueses querem Dia sem Carros uma vez por mês

Um Dia Europeu sem Carros todos os meses é o desejo da maioria dos portugueses, segundo os resultados de um inquérito cujo balanço é hoje apresentado pelo secretário de Estado do Ambiente, Rui Gonçalves.

O inquérito, organizado no âmbito do balanço nacional e local do Dia Europeu Sem Carros, revelou que 6,8% dos inquiridos
gostava que o dia sem carros se realizasse todos os dias, 20,5% uma vez por semana entre segunda e sexta-feira, 9,1% só aos fins
de semana e 29,5% uma vez por mês.

Quanto ao grau de satisfação por esta iniciativa, 43,2% achou excelente a iniciativa, 45,5% classificou a ideia boa, 9,1% achou mal e 2,3% péssimo.

Fonte: LUSA