Campanha de sensibilização

Gostavamos de lançar, aqui na MNI, uma campanha de informação e sensibilização sobre o tema da violência doméstica.

Estamos abertos a ideias para a criação de banners sobre o assunto.

Um abraço,

MJG

RE: Campanha de sensibilização

Num artigo, que já tem mais de um ano, do Semanário, e cujo título diz: Castigos duros, filhos agressivos, conclui-se que os pais que gritam, insultam e batem nos filhos estimulam uma atitude violenta e provocadora nas crianças. O mais gritante é que podem ser observadas perturbações do comportamento em crianças de um e dois anos. Estas perturbações podem ser de tal ordem que quando a criança entra na idade escolar, já é muito difícil corrigir as perturbações da personalidade desenvolvidas em função dos maus tratos sofridos. Os pais têm de ser educados para aprenderem técnicas que lhes permitam tratar os filhos sem gritos insultos ou pancadas. Muito importante ainda é elogiá-los e estimulá-los quando fazem as coisas bem. Não vos parece?

RE: Campanha de sensibilização

Sim, sem dúvida,

Parece-me importante que se reforcem os comportamentos positivos das crianças. Nos Estados Unidos, por exemplo, há uma enorme preocupação em construir a autoestima da criança.

O comportamento violento é, quanto mim, que não sou um especialista na matéria, embora seja médico (e espero que um colega da especialidade possa ajudar nisto), algo de transmissível via convivência com experiências e situações violentas.

Para quebrar o ciclo da violência, é preciso deixar de a praticar. E para deixar de a praticar, talvez seja importante uma forte autoestima. Os pais podem dar um contributo nesse sentido.

MJG