Bem-vindo

Bem-vindo ao forum.

Prevenção precisa-se

A lista de espera deste tipo de cirurgia tem muito a ver com o facto de não se tratar precocemente a patologia venosa.Se cumprir-mos medidas como a contensão elástica,dormir com a cama elevada no lado dos pés e evitarmos os longos periodos de pé e parados,já faremos muito para prevenir o agravamento. Se necessário podemos recorrer aos flebotónicos que garantem alivio dos sintomas e alguns têm provas de actuar no agravamento da doença venosa.
Não devemos esperar pela existência de varizes para começar o tratamento.
RUI

RE: Prevenção precisa-se

Nao entendo muito bem da participação, mas tenho muito interesse no assunto de varizes porque quase todas as pessoas de minha família as têm. Eu mesma já tive trombose venosa profunda e agora sofro também de hemorróidas internas e externas. Também ja operei mas estou tendo recidivas, inclusive com trombose, acho que vou precisar operar novamente, mas estou com muito medo, gostaria que me falassem um pouco de trombose em hemorróidas, causas, riscos. cirurgias, enfim tudo o que se relaciona ao assunto.

RE: Prevenção precisa-se

Exmo. Sr. Dr. Pedro Brandão:

Sofro de telangectasias bastante difundidas pelos membros inferiores. Muito provávelmente
isto terá origem hereditária uma vez que várias pessoas ascendentes na família também as têm.
Recorri a médicos de cirurgia vascular e a clínica de cirurgia estética e todos me aconselharam fazer escleroterapia através de injecções. Na clínica de estética, após me fazer um doppler, o médico disse-me que o que estava a provocar os derrames era a safena e fez-me uma injecção esclerosante na mesma para evitar uma remoção cirúrgica, perguntando-me antes se praticava desporto.
Existe, para mim, uma dúvida que não me sai do espírito e que gostava de ver esclarecida
pensando mesmo em todas as pessoas que fazem secagem de veias por escleroterapia: será que estas injecções não poderão espalhar-se na circulação e provocar riscos de esclerose ou mesmo arteroesclerose uma vez que sendo mais profundas poderão entrar na circulação profunda? Será que estes tratamentos não têm riscos? Que mais alternativas existem actualmente para o tratamento de varizes?
Agradeço muito uma resposta.
Muito obrigado.

RE: Prevenção precisa-se

Cara Joana Simões,

Muito obrigado pela sua mensagem.

A sua questão é pertinente e sugeria-lhe que a apresentasse a um dos nossos médicos na área de atendimento de Cirurgia Vascular do Serviço de Aconselhamento Médico, que é acessível através do endereço:
https://www.mni.pt/sam_supp/sam.php
ou, do botão SAM que se encontra ao cimo desta página.

Um abraço,

Doutor M. Jorge Guimarães

RE: Prevenção precisa-se

A questao colocada deve corresponder a maioria das interrogações que se deparam a um doente com este tipo de doença

Toda a doença tem um contexto cientifico pelo qual o medico se orienta

Ora parece-me que voce questiona a partida a competencia de quem lhe propoe esta forma de tratamento, que sem duvida tera de ser um profissional com habilitações para o desempenhar na area da cirurgia vascular.

A esclerose de varizes tem o seu lugar no tratamento desta doença

Como todas as formas de tratamentos poderao haver complicaçoes de leves a graves.
Nao me parece que a aterosclerose seja um problema deste tratamento

Em resumo procure alguem qualificado que oriente o estudo e tratamento da sua doença venosa e se por acaso tiver indicaçao para esclerose saiba tratar as complicaçoes se por ventura surgirem. Lembre-se que injecção nas veias qualquer habilidoso o faz

RE: RE: Prevenção precisa-se

Na sequência desta questão colocada, eu gostaria de colocar ainda outra.

Tenho 27 anos. Até à idade dos 23, fiz muito desporto que pratiquei diariamente.
Tenho uma estrutura redonda, mas não sou obesa. Ainda não tive filhos.
A partir dessa data, e devido à minha vida profissiobnal interrompi com todo o desporto e passe a andar de carro. Começei a tomar a pilula.
Com cerca de 24-25 anos apareceram-me pequenos derrames na coxa esquerda. Prontamente recorri a um cirurgião vascular que me injectou não sei bem o quê.

Tenho usado quase diariamente colans de descanço da farmacia - marca Licias- compressão 70 den. Durmo com as pernas mais elevadas pois comprei uma almofada inclinada onde coloco os pés todas as noites. Quando posso elevo as pernas, mesmo no meu local de trabalho. Tenho seguido os conselhos deste site. Tenho feito jatos de água fria para as pernas após o duche e comprei produtos omeopatas- creme para a circulação de castanheira da india e o mesmo produto em gotas para juntar ao chá.
Entretando parei com a pílula, por pensar que esta agravaria o estado das minhas pernas, apesar do meu médico me dizer que não.
A minha questão é a seguinte, têm-me aparecido mais derrames (ainda que pequenos) e parece-me que aparecem na sequência das tais injecções que levei pois, por exemplo, eu não tinha derrames na parte interior do joelho direito e levei aí uma injecção. Agora tenho diversos derrames na forma de esguicho. Será que estes novos derrames foram provocados pelas injecções??? A mim parece-me que sim e por isso já não vou levar mais. Mas será que é só impressão minha, ou anda muita gente a ganhar dinheiro à custa de mulheres desesperadas com a aparência das suas pernas?? Os produtos que nos injectam são fiàveis? Qual é o seu objectivo?

Que mais conselhos me pode dar para eu travar este processo que me tem vindo a consumir todos os dias quando olho para as minhas pernas?

Devo aumentar a compressão das minhas meias de descanço para 140 den?

Sei que tenho poucos derrames e os que tenho são pequenos, alguns quase imperceptiveis, mas não quero que isto evolua. Como parar este processo?

Muito obrigado e fico à espera de resposta.

RE: RE: Prevenção precisa-se

Eu já fiz escleroterapia e não me dei muito bem com a recuperação, muitas dores depois das injecções e uma sensação de peso e ardor nas pernas ( não esquecendo o facto que só leva em média 25 picadas por sessão) tendo ficado com umas nódoas negras que teimam a desaparecer. Mudei de método e optei por tratamento a laser doloroso também mas óptimo porque se vê logo a seguir resultados, não esquecendo o facto que recebi tratamento em 220 capilares a recuperação foi muito melhor e numa sessão fiquei quase com as pernas quase perfeitas.
O que distingue os dois métodos além do que expliquei em cima é o preço que na escleroterapia faz uma média de 25 veias e no meu caso paguei 60 euros e na terpia a laser tratei 220 veias demorei 45 minutos e paguei 250 euros, comparando os dois métodos parece que a terapia a laser fica mais caro mas se fizer as contas fica muito mais em conta, tem é de reunir os 250 euros para ser pagos de uma vez.

Outra situação a ter em conta é o tipo de veias a tratar as veias muito grande não poderão ser tratadas por laser e muitas vezes nem por escleroterapia, consulte um bom médico do qual tenha boas indicações, eu fiz e não me arrependo..voltei a usar saias.

RE: RE: RE: Prevenção precisa-se

Olá ... olha podes-me dizer em que clinica fizeste o tratamento das varizes por laser?

Obrigado

Prevenção precisa-se

Ola, podes dizer me em q clinica fizestes o tratamento das varizes por laser?

Obg...