Aquecimento do clima

5 Junho, 2000

180 países analisam em Bona meios de luta contra aquecimento do clima

Um grupo de altos funcionários de 180 países iniciou hoje
em Bona, na Alemanha, uma reunião no âmbito das Nações Unidas para
tentar chegar a acordo quanto às regras destinadas a lutar contra
o aquecimento do clima.
Durante duas semanas, os representantes dos 180 países
tentarão avançar nas modalidades de aplicação do protocolo de
Kyoto, um texto adoptado em 1997 por 159 países no quadro da
Conferência do Rio de Janeiro sobre as alterações climáticas.
O protocolo obriga os países desenvolvidos e em vias de
desenvolvimento a reduzir 5,2 por cento em média as emissões de
gás carbónico e de cinco outros gases poluentes responsáveis pelo
aquecimento do planeta.

Mais: lusa.pt

RE: Aquecimento do clima

Não existe aquecimento do clima . Existe aquecimento global,alteração climática, química da atmosfera, etc. Cuidado com aquilo que vos ensinaram na escola...A responsabilidade é grande pois têm na linha pessoas que poucos conhecimentos. O moderador deve ser uma pessoa com conhecimentos na matéria.
Uma que sabe de ecotoxicologia...

Emissão de Gases de Estufa

Portugal ultrapassou limite da emissão de gases de estufa

A Quercus diz que Portugal ultrapassou o limite de emissões de gases de estufa permitido pela União Europeia e alerta para que esse excesso já é visível em alterações climáticas como a falta de chuva em Março passado.

A Quercus diz mesmo que Portugal é o país desenvolvido com maior aumento de emissões, uma situação que a associação vai denunciar hoje numa conferência de imprensa.

A associação ambientalista, baseando-se num estudo da Universidade Nova de Lisboa, prevê que em 2010 a emissão de gases
atinja o dobro do permitido por Bruxelas.

Fonte: Lusa

Nível do mar

Quercus avisa que o nível do mar aumentará 60 cm em Portugal em 2100

O nível do mar em Portugal vai aumentar pelo menos 60 centímetros nos próximos 100 anos, devido à emissão de gases de estufa que está a provocar um aquecimento do planeta, alertou hoje a Quercus.

Uma perspectiva que pode ser ainda mais pessimista, uma vez que a associação ambientalista, baseada no último relatório dos cientistas sobre alterações climáticas provocadas pela emissão de gases, considera que o aumento do nível das águas poderá chegar a um metro em 2100 em Portugal.

Francisco Ferreira, da Quercus, dá como explicação o facto de se prever que o planeta sofra uma aumento de 6,1 graus centígrados, ao contrário do inicialmente previsto, ou seja, de 3,5 graus.

Para lidar com o problema, a Quercus propõe que comece de imediato a ser traçada uma estratégia nacional em quatro vertentes: redução de emissões, avaliação e minimização dos impactes ambientais previstos, educação e formação e desenvolvimento de uma economia de carbono, ou seja, compra de direitos de emissão dos países que não atingem as suas quotas.

Fonte: LUSA