Adolescência

Como mãe, avó e professora tenho lidado durante toda a minha já longa vida com jovens de todas as idades, mas a adolescência além das suas características específicas, tem uma importância decisiva na formação do carácter do futuro adulto. Por esta e outras razões julgo de grande importância que este tema seja debatido e todas as pessoas, especialmente as que contactam mais de perto com os jovens, como é o caso dos professores, deveriam receber informação constantemente actualizada sobre este assunto.

RE: Adolescência

Gostava de ver pais e professores, além dos próprio jovens que frequentam o site, a participarem neste forum. Por favor, fiquem à vontade para discutir o que vos parecer relevante sobre este tema.

Um abraço,

M. Jorge Guimarães

RE: Adolescência

a idade das revoluções, da revolta e da incompreensão...
os números de suicídio e para-suicídio são assustadores. É preciso refletir.

RE: Adolescência

Os jovens devem de ussufruir uma vocação inteligente para respeitar as passadeiras e os semaforose o alcool e as drogas e os conseilhos especialmente dos pais para apoiar os filhos.

RE: RE: Adolescência

Boa noite;

Eu tenho 15 anos e desde o ano passado que os meus mamilos cresceram um pouco.
Por vezes isto torna-se embarassante.
Já me disseram que era vulgar acontecer em jovens da minha idade mas eu não conheço ninguém que tenha este meu problema.
Gostaria que especificassem um pouco este problema e que dissessem de que forma o poderia solucionar.
obrigado pela atenção;

José Pedro

RE: Adolescência e o tabagismo

Venho por este meio fazer um pedido importante e para tal precisava da vossa colaboração dado o assunto em questão. É o seguinte: embora tenha pesquisado já vários sites, nenhum me deu o que eu pretendo e assim procuro desta forma uma pequena ajuda para a realização de um trabalho de sociologia para o 12º ano. Trata-se de um trabalho sobre o tabagismo na adolescência e como tal, visa inquirir vários adolescentes da nossa escola. O que eu pretendo são alguns gráficos e informações a nível nacional do consumo de tabaco nos jovens de hoje. Embora saibemos que os resultados são elevados, gostava de poder apresentar no meu trabalho algo mais concreto dada a disciplina em questão. Se fosse possível, desde já, aqui fica o meu pedido para tentarem fornecer-me essa informação e mais algumas que estejam relacionadas com o tema em estudo.
Os meus sinceros cumprimentos e aguardo a resposta pois é essencial para a realização deste trabalho. Agradecia imenso.
Carlos Janeco, Lagos 28-2-2002

RE: Adolescência

estou a fazer um trabalho sobre o planeamento familiar e gostava de ter + informações

problemas durante a adolescência

quais são os problemas que, regularmente, ocorrem durante a adolescência?

RE: Adolescência

Sou mãe de uma adolescente de 15 anos que se encontra com uma depressão, situação clínica detectada semana passada. Concordo com a sua análise, pois partilho da mesma opinião.
O que verifico hoje em dia, é que muito fácil julgar os outros...e de uma forma injusta por vezes! Nem todos nos pautamos pelas mesmas ideias, convicções e formas de viver! Acredito que hoje educar é um processo complicado,que requer muita firmeza, muita atenção. Custa-me aceitar alguns comportamentos...desajustados, que hoje a grande maioria dos jovens assumem! Neste momento estou a querer entender o que possa ter acontecido à minha filha ...o que a levou a este estado...onde falhei com mãe, amiga e encarregada de educaçao!
Agradeço o facto de permitir que partilhe consigo este momento!
Obrigada
Cristina Alberto

RE: RE: Adolescência

A depressão não é sinónimo de falhas dos pais. Eu convivo com uma, acompanhada de ansiedade crónica desde os 14 e tenho agora 18. É horrível, acredite. A ansiedade talvez seja pior e, como o nome indica, é crónica, ainda por cima. Deve observar se a depressão da sua filha traz isso trás.As causas podem ser várias ou nenhuma. Acredite ou não, às vezes basta um pequeno desequilibrio hormonal para dar origem a uma depressão. Uma diminuição na quantidade de uma hormona, por exemplo. Para a depressão, deve-se procurar aconselhamento junto a um bom psiquiatra e um psicólogo, mas deve separar o trigo do joio. Além disso, há que levar a pessoa em causa com calma. Boa sorte.