Vacinação da gripe é um bom exemplo da segurança e eficácia das vacinas

Considerações do pneumologista Filipe Froes

24 abril 2019
  |  Partilhar:
Todos os anos são administradas mais de 800 milhões de vacinas da gripe, o que a torna “um bom exemplo da segurança e eficácia” das vacinas, defendem especialistas.
 
Segundo apurou a agência Lusa, numa sessão para assinalar a semana europeia da vacinação, o pneumologista Filipe Froes lembrou que todos os anos as vacinas da gripe administradas são o equivalente a duas vezes toda a população do continente europeu.
 
“Em 10 anos é como se toda a população do planeta tivesse sido vacinada. E o que se ouve acerca de complicações? Uma dor no braço, um pouco de febre às vezes, que é a resposta do nosso sistema imunitário à vacina. Não há nada administrado a tanta gente durante tanto tempo e num intervalo tão curto, como a vacina da gripe”, comentou o pneumologista.
 
Nos últimos 10 a 15 anos inverteu-se o panorama de um vírus que antes era desvalorizado e hoje o vírus da gripe é “o número um em termos de carga da doença no continente europeu”, segundo dados do Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC, na sigla inglesa) e da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
Aliás, os dados da OMS mostram que todos os anos a gripe atinge 10% a 20% da população mundial, sendo responsável por até cinco milhões de casos de doença grave anualmente e por cerca de 650 mil mortes, apesar de ser uma "doença desvalorizada", como referiu Filipe Froes.
 
Os dados internacionais indicam também que a vacinação é uma das formas mais eficazes de se evitar doenças, nomeadamente a gripe, sendo as vacinas responsáveis pela prevenção de entre dois a três milhões de mortes por ano. Outros 1,5 milhões de óbitos podiam ter sido evitados com melhor cobertura vacinal.
 
Cátia Caneiras, da Sociedade Portuguesa de Pneumologia, sublinha que Portugal tem um dos melhores desempenhos no que respeita à perceção das pessoas sobre as vacinas, mas sobretudo quando se refere à vacinação em crianças.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentário