Terapêutica Hormonal de Substituição (THS)

Novo estudo revela potenciais efeitos cancerígenos

30 julho 2005
  |  Partilhar:

O Centro Internacional de Pesquisa sobre o Cancro (CIRC/IARC) confirmou, após nova avaliação, potenciais efeitos cancerígenos dos tratamentos hormonais de substituição, utilizados por milhões de mulheres em todo o mundo para combater os efeitos negativos da menopausa.Este tipo de medicamentos, compostos pela combinação hormonal estrogénio/progesterona, tinham já sido classificados como cancerígenos, por aumentarem o risco de cancro do fígado. Desta vez, a agência para o cancro da OMS (Organização Mundial de Saúde) revelou, após reunião de 21 investigadores originários de oito diferentes países, que a duração da utilização destes tratamentos agudiza o risco de cancro do peito e do colo do útero.No entanto, "o ligeiro aumento do risco do cancro do peito nas utilizadoras actuais e recentes de contraceptivos orais" é reversível. "Dez anos depois do fim da utilização, o risco parece tornar-se igual ao das mulheres que nunca usaram estes fármacos", refere o CIRC. Esta é uma conclusão já conhecida dos especialistas, assim como a maior parte dos dados contidos nesta avaliação. Com os resultados deste estudo, e assumindo os efeitos benéficos já conhecidos e associados à toma destes medicamentos (efeito protector contra o cancro do endométrio e ovários) discuta com o seu médico o risco e o benefício da toma destes medicamentos, tendo em conta a sua situação pessoal e história familiar de cancro assim como antecedentes médicos, decidindo sobre a continuação, substituição ou suspensão do tratamento.Fonte: PÚBLICO

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentário

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.