Stresse pré-natal pode afetar desenvolvimento cerebral do bebé

Estudo publicado na revista “Biological Psychiatry”

15 outubro 2019
  |  Partilhar:
Investigadores do King’s College de Londres descobriram que o stress durante a gravidez tem consequências no desenvolvimento de uma área da substância branca no cérebro dos bebés.
 
Para o estudo, analisaram-se níveis de stress das mães e o desenvolvimento cerebral de 251 bebés prematuros.
 
As mães preencheram um questionário sobre os eventos stressantes do dia a dia como mudar de casa ou fazer um exame e eventos stressantes mais severos como divórcio ou luto. A escala de severidade foi baseada na quantidade e severidade dos eventos.
 
Para observar a substância branca dos bebés, foi usada a técnica de imagem de difusão por ressonância magnética. Esta parte do cérebro foi já associada em estudos anteriores à ansiedade em adultos.
 
A equipa verificou que os bebés de mães que experienciaram mais stress durante a gravidez evidenciavam alterações na matéria branca, mais propriamente no fascículo uncinado.
 
Durante o acompanhamento da gravidez os médicos tendem a fazer perguntas objetivas sobre a depressão, mas não sobre stress e ansiedade.
 
Este estudo vem reforçar outros que revelam que as mulheres que experienciam uma má saúde mental durante a gravidez têm bebés com problemas de crescimento, de desenvolvimento cerebral e com baixo peso.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentário