O embuste das bebidas energéticas...

É melhor pensar duas vezes antes de as abrir...

16 Agosto 2001
  |  Partilhar:

As bebidas energéticas largamente difundidas no mercado contêm “embustes metabólicos” que supostamente servem para aumentar a energia, perder peso e ainda melhorar a performance física. No entanto são muitos os especialistas que afirmam que estas vantagens são meros apelos de marketing e que o organismo de alguns dos consumidores destas bebidas pode mesmo reagir de forma bastante adversa aos componentes característicos deste tipo de bebidas.
 

 

Um dos ingredientes que representa maior perigo para o nosso organismo é a efedrina, um químico com poderes estimulantes da actividade física extraído da planta éfedra. A efedrina pode provocar complicações cardíacas, hipertensão arterial, tonturas, tromboses e até a morte, especialmente quando combinada com outros estimulantes tais como a cafeína, o guaraná e o ginseng – também ingredientes comuns nestas bebidas.
 

 

Embora os efeitos colaterais destes suplementos não tenham sido ainda sido relatados cientificamente, já foram descritas cerca de 800 a 1200 reacções adversas graves à efedrina - menos de 10% do número real, de acordo com a estimativa feita por J. Gurley, professor associado da University of Arkansas. Como ele próprio afirma: “Todos os dias recebo relatos de consumidores, advogados e médicos a descrever as reacções adversas à efedrina.” Continuando dizendo que “as pessoas não conhecem os perigos escondidos nestes produtos...”, “... nunca se sabe o que se está a ingerir...”, “... estas bebidas são autênticas caixas de Pandora farmacológicas!”
 

 

Quando uma bebida energética combina 15 a 20 extratos herbais e estimuladores do metabolismo com a efedrina e a cafeína, os efeitos colaterais no organismo podem ser retardados e até mesmo imprevisíveis, incluindo insónia, dores de cabeça, náuseas, tremores, palpitações. Alguns efeitos mais sérios podem mesmo ser fatais tais como o desenvolvimento de cálculos renais, trombose, apoplexia e ataque cardíaco.
 

 

As grávidas devem evitar estas bebidas porque as substâncias como a efedrina podem ser a causa de anomalias cardíacas no feto e aumentar o risco de aborto instantâneo. Nas pessoas que não costumam beber café, incluindo as crianças, a cafeína pode causar problemas na coordenação da visão com os movimentos das mãos, diarreia, nervosismo e palpitações. Além disto, as bebidas energéticas e o exercício físico podem ser uma combinação fatal para aqueles que sofrem de hipertensão, doenças cardíacas e obesidade.
 

 

Joaquina Pereira
 

MNI – Médicos na Internet
 

 

Fonte: WebMD

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentário

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.