Fármaco para a diabetes protege saúde cardíaca em pacientes sem diabetes

Estudo publicado na revista “European Heart Journal”

22 abril 2019
  |  Partilhar:
O fármaco metformina, usado para o tratamento da diabetes, poderá ajudar a reverter a hipertrofia ventricular esquerda (HVE) em pacientes com pré-diabetes e doença cardíaca pré-existente, demonstrou um estudo.
 
A HVE consiste no aumento da espessura do músculo cardíaco no ventrículo esquerdo do coração. Este problema constitui um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como acidente vascular cerebral (AVC), ataque cardíaco e insuficiência cardíaca.
 
O estudo, que foi conduzido por uma equipa de investigadores liderada por Chim Lang, da Universidade de Dundee, Escócia, Reino Unido, teve como objetivo estudar os efeitos da metformina sobre a HVE em 68 pacientes não-diabéticos e com doença arterial coronária.
 
Ao longo de 12 meses, um grupo de pacientes foi tratado com metformina e o outro grupo com um placebo. Os efeitos dos tratamentos sobre a espessura do músculo cardíaco foram avaliados através de imagem por ressonância magnética de ponta.
 
Chim Lang explicou que as causas principais da HVE são a hipertensão, obesidade e resistência à insulina, fatores estes que contribuem também para a doença arterial coronária.
 
A equipa observou que a espessura do ventrículo esquerdo tinha diminuído duas vezes mais nos pacientes que tinham tomado metformina em comparação com os que tinham recebido o placebo.
 
Foi ainda apurado que a metformina reduziu a tensão arterial, o stress oxidativo e o peso corporal em 3,6 quilogramas, em média. No grupo do placebo não se registaram alterações. 
 
Se os achados deste estudo se replicarem num estudo de grandes dimensões, a metformina poderá tornar-se numa promissora opção para tratar a HVE.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentário