Cancro colorretal aumenta em jovens adultos na Europa

Estudo publicado na revista “Gut”

21 maio 2019
  |  Partilhar:
O índice de casos de cancro colorretal tem vindo a aumentar na Europa na faixa etária dos 20 aos 49 anos de idade, sugere um novo estudo.
 
Segundo o mesmo estudo, de investigadores do Centro Médico da Universidade Erasmus, em Roterdão, Holanda, o aumento tem sido particularmente elevado no grupo dos mais jovens com idades entre os 20 e os 29 anos de idade.
 
Já se sabia que nos últimos 10 anos os casos de cancro colorretal tinham aumentado na maioria dos países europeus. Contudo, desconhecia-se a situação entre as populações mais jovens.
 
Para a sua investigação, a equipa analisou dados de registos oncológicos nacionais e regionais para apurar o número de novos casos e de mortes por cancro colorretal entre 1990 e 2016. Os dados eram oriundos de 143,7 milhões de pessoas com 20 a 49 anos de idade de 20 países europeus.
 
Os investigadores observaram que no período analisado tinham sido diagnosticadas 187.918 pessoas com aquele tipo de cancro e que se tinha dado um aumento maior no número de novos casos em anos mais recentes. 
 
De forma detalhada, na faixa etária dos 20 aos 29 anos de idade, a incidência de cancro colorretal aumentou de 0,8 para 2,3 casos por cada 100 mil pessoas entre 1990 e 2016. Este aumento foi mais intenso entre 2004 e 2016, a uma taxa de 7,9% por ano.
 
No grupo dos 30 aos 39 anos de idade, a incidência aumentou de forma menos intensa do que no grupo mais jovem, a uma média de 4,9% por ano de 2005 a 2016. No grupo dos 40 aos 49 anos de idade, a incidência de cancro colorretal diminuiu em 0,8% entre 1990 e 2004, mas aumentou ligeiramente em 1,6% por ano entre 2004 e 2016.
 
A incidência de novos casos aumentou significativamente em 12 países na faixa etária dos 20 aos 39 anos de idade, nomeadamente na Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Holanda, Irlanda, Noruega, Polónia, Reino Unido, República Checa e Suécia. Por outro lado, o número de casos diminuiu na Itália.
 
O número de casos aumentou de forma significativa na faixa etária dos 40 aos 49 anos de idade na Alemanha, Dinamarca, Eslovénia, Finlândia, Gronelândia, Holanda, Reino Unido e Suécia. Na República Checa, os casos diminuíram entre 1997 e 2015.
 
O número de mortes por cancro colorretal não sofreu alterações significativas nos jovens adultos (20 a 29 anos de idade), mas diminuiu em 1,1% por ano entre 1990 e 2016 no grupo dos 30 aos 39 anos de idade e em 2,4% por ano entre 2000 e 2009 no grupo dos 40 aos 49 anos de idade.
 
Quanto aos possíveis fatores responsáveis por estas tendências, os autores apontam o aumento na obesidade, falta de atividade física, consumo de álcool e fumar.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentário